FECHAR
FECHAR
06 de setembro de 2018
Voltar
Especial Sobratema 30 Anos

Um olhar para o futuro

A Sobratema chega aos 30 anos disposta a tornar-se um órgão que atenda ao mercado em todos os assuntos relacionados a equipamentos de construção, mineração e agrícolas

Quem se apropria da tecnologia, consegue acompanhar o mundo. Esse é o mote com que a Sobratema chega aos seus 30 anos de fundação, marcada pelo protagonismo na evolução do mercado brasileiro de equipamentos. Durante esse período, a associação tem desenvolvido um trabalho empenhado em nortear os profissionais da área com conhecimentos técnicos e mercadológicos, disseminando informação, contatos e tecnologias para obter o melhor uso do maquinário na construção, além de direcionar holofotes para a importância desse setor no avanço da infraestrutura do país.

Esse propósito, inclusive, existe desde quando a Sobratema foi fundada, no já distante ano de 1988, época em que – como agora – o mercado da construção passava por um ciclo de mudança, marcado por fusões de empresas que atravessavam uma fase difícil. A saber, a maior parte dos investimentos em infraestrutura era feita pelo governo e pouco se ouvia falar em obras privadas. Na época, a locação de máquinas era uma atividade inexpressiva, que ocorria somente em casos pontuais, já que as empreiteiras investiam em frotas próprias. “Hoje, com os fatos de corrupção ocorridos nos últimos anos envolvendo grandes empreiteiras, as construtoras menores começam a despontar no cenário para atuar em obras de infraestrutura”, compara Cláudio Schmidt, diretor executivo da associação. “E essas empresas já emergem com o suporte da Sobratema em conhecimento tecnológico.”



ABRANGÊNCIA

De fato, há 30 anos as empreiteiras detinham um conhecimento técnico que hoje se descentralizou, mas algumas construtoras novatas ainda não possuem informações sobre grandes projetos, pois não dispõem de um currículo técnico apropriado.

Nesse cenário, a Sobratema ajuda a preencher uma lacuna importante, dando suporte a projetos e consultorias, disseminando informações técnicas e de mercado e exibindo o que de mais recente a indústria disponibiliza em termos de tecnologia, tornando-se assim um órgão de convergência de todos os assuntos relacionados a m


Quem se apropria da tecnologia, consegue acompanhar o mundo. Esse é o mote com que a Sobratema chega aos seus 30 anos de fundação, marcada pelo protagonismo na evolução do mercado brasileiro de equipamentos. Durante esse período, a associação tem desenvolvido um trabalho empenhado em nortear os profissionais da área com conhecimentos técnicos e mercadológicos, disseminando informação, contatos e tecnologias para obter o melhor uso do maquinário na construção, além de direcionar holofotes para a importância desse setor no avanço da infraestrutura do país.

Há 30 anos, a Sobratema preenche uma lacuna no mercado ao dar suporte a projetos, disseminar informações e exibir as mais recentes tecnologias do setor

Esse propósito, inclusive, existe desde quando a Sobratema foi fundada, no já distante ano de 1988, época em que – como agora – o mercado da construção passava por um ciclo de mudança, marcado por fusões de empresas que atravessavam uma fase difícil. A saber, a maior parte dos investimentos em infraestrutura era feita pelo governo e pouco se ouvia falar em obras privadas. Na época, a locação de máquinas era uma atividade inexpressiva, que ocorria somente em casos pontuais, já que as empreiteiras investiam em frotas próprias. “Hoje, com os fatos de corrupção ocorridos nos últimos anos envolvendo grandes empreiteiras, as construtoras menores começam a despontar no cenário para atuar em obras de infraestrutura”, compara Cláudio Schmidt, diretor executivo da associação. “E essas empresas já emergem com o suporte da Sobratema em conhecimento tecnológico.”



ABRANGÊNCIA

De fato, há 30 anos as empreiteiras detinham um conhecimento técnico que hoje se descentralizou, mas algumas construtoras novatas ainda não possuem informações sobre grandes projetos, pois não dispõem de um currículo técnico apropriado.

Nesse cenário, a Sobratema ajuda a preencher uma lacuna importante, dando suporte a projetos e consultorias, disseminando informações técnicas e de mercado e exibindo o que de mais recente a indústria disponibiliza em termos de tecnologia, tornando-se assim um órgão de convergência de todos os assuntos relacionados a máquinas e equipamentos de construção, mineração, agrícolas e florestais, em abrangência nacional.

Atuação institucional inclui parcerias, movimentos e encontros com lideranças de diversos setores, seja na esfera associativa como na governamental

Segundo Paulo Oscar Auler Neto, vice-presidente da Sobratema, a ideia é que todas as questões relacionadas a aspectos técnicos, comerciais, de mercado e importação, revenda, custo-horário, operação, treinamento e legislação, dentre uma miríade de tópicos relacionados, possam ser tratadas com a Sobratema. “O objetivo é contar com uma carteira de consultores especialistas em fornecer as informações gerais e específicas sobre determinado assunto, atendendo às necessidades das empresas”, resume o engenheiro. “Por meio de seu corpo técnico, a associação vai buscar todos os caminhos para resolver diferentes questões.”

O corpo técnico da associação, aliás, identifica continuamente aspectos que podem ser melhorados para ajudar as empresas a aumentar a produtividade em campo. “Por exemplo, os especialistas identificaram que grande parte dos profissionais da área de britagem não faz um cálculo adequado sobre os custos operacionais dos equipamentos de britagem, da produção e de outros aspectos, o que impacta de forma negativa nos custos”, conta Renato Grampa, diretor do Instituto Opus, programa de treinamento e qualificação da entidade, que acaba de lançar um novo curso sobre Agregados para a Construção Civil. “Por isso, lançaremos cinco novos cursos na área de britagem, ajudando a solucionar esse problema.”

INSTITUCIONAL

Mas a Sobratema também atua como um polo de integração no setor, em especial como representante dos associados junto a outras associações, como Abendi (Associação Brasileira Ensaios Não Destrutivos e Inspeção), ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto), Abramat (Associação Brasileira da Indústria Materiais de Construção), Apelmat (Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores de Máquinas de Terraplanagem e Ar Comprimido), Analoc (Associação Brasileira dos Sindicatos e Associações Representantes dos Locadores de Máquinas, Equipamentos e Ferramentas) e outras. Schmidt observa que a maior parte dessas associações está focada na atividade mercadológica propriamente dita – e não no equipamento. “Nesses casos, a Sobratema contribui com o olhar técnico referente à máquina e sua atividade”, diz ele, lembrando ainda a atuação junto a lideranças, como nos últimos anos vem ocorrendo com a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e o Movimento Reformar para Mudar, por exemplo.

Anunciada em Las Vegas, parceria com a Messe München é fruto de anos de trabalho

Por falar em parceria, uma das principais conquistas da entidade nos últimos anos foi a sociedade firmada entre a Sobratema e a Messe München, fruto de um trabalho que vem sendo realizado há mais de 15 anos pela diretoria internacional da Sobratema, que vem estabelecendo alianças com as principais entidades internacionais de equipamentos.

Com a gestão das feiras agora tocada pela Messe München – a Sobratema fez uma concessão da marca por 30 anos, em sociedade de 50%, permanecendo com a função política e estratégica dos eventos –, a associação está conseguindo oferecer um melhor suporte aos profissionais e empresas do setor de equipamentos, estreitando relacionamento e analisando suas reais necessidades. “Os comitês organizadores dos eventos estão cada vez mais próximos e vivenciando a realidade dos associados, sabendo qual tipo de assunto eles querem que seja tratado”, explica Arlene Vieira, diretora de relações internacionais da Sobratema.

 

Realização de quatro importantes feiras trouxe relevância internacional crescente à entidade

Apesar de expandir suas atividades, a Sobratema nasceu focada no usuário de equipamento e a ele permanece ligada. Nesse meio tempo, abriu as portas para fabricantes, dealers, locadores e empreiteiras. Em seguida, detectou a necessidade da realização de uma feira de equipamentos, evento que era muito solicitado pelo mercado na década de 90. Afinal, quando as pessoas queriam conhecer novidades, precisavam viajar para o exterior.

Para atender ao mercado, foi criada a M&T Expo e, anos depois, vieram outras feiras, que foram crescendo aos poucos, ocupando espaço e chegando a comprometer a capacidade de atuação da Associação. “Tanto que chegou um dado momento que precisávamos repensar a entidade, voltá-la para o âmago da sua atividade, às suas origens”, explica Auler Neto. “Por isso, terceirizamos as feiras.”

RELEVÂNCIA

Para atestar a relevância internacional da Sobratema, é preciso contar rapidamente como essa proeza foi conquistada. Em 2002, a associação participou pela primeira vez com um estande da ConExpo CON-AGG, realizada a cada três anos em Las Vegas, nos Estados Unidos. Dois anos depois, já contava com um estande na bauma, em Munique, na Alemanha. “A partir do momento em que nos aproximamos dos organizadores das grandes feiras, fomos conquistando a confiança por meio de um relacionamento sólido e transparente”, recorda Arlene Vieira.

Estandes internacionais da Associação (como este na China) passaram a ser vistos como uma “embaixada brasileira” do setor

De acordo com ela, a Sobratema sempre se manteve comprometida com as parcerias firmadas, cumprindo o que prometia. Esse comportamento foi decisivo para a formação de uma sólida aliança internacional com entidades representativas de vários continentes. “Até uns dois ou três anos atrás, a Sobratema era mais conhecida no exterior que no Brasil, entre as associações e empresas estrangeiras interessadas no mercado brasileiro ou em expor na M&T Expo”, conta a diretora.

Em 2007, a associação foi convidada a montar o primeiro pavilhão brasileiro na bauma, levando dez empresas em parceria com a Apex do Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Além disso, as delegações brasileiras para feiras como bauma (Alemanha e China) e ConExpo eram compostas por centenas de brasileiros interessados em fazer diferentes modalidades de negócios. “Os estandes da Associação passaram a ser vistos nesses eventos como uma espécie de “embaixada brasileira” relacionada aos assuntos de equipamentos para construção pesada e mineração”, diz Arlene Vieira.

Renovação: projeto Destaque Pós-Venda foi uma das primeiras ações do Núcleo Jovem para modernizar a Associação

“Mas em face ao difícil contexto econômico e político vivido pelo Brasil nos últimos anos, atualmente a Sobratema vem repensando a organização dessas missões internacionais, conforme a procura dos profissionais brasileiros. Nos últimos três anos, as pessoas têm preferido feiras como bauma, ConExpo e Word of Concrete.”

Contudo, isso não interferiu no relacionamento com as entidades estrangeiras organizadoras de feiras na China, Coreia do Sul, França e Itália, que continua saudável, principalmente porque todos estão cientes das dificuldades que o empresariado brasileiro vem atravessando nos últimos anos.

NÚCLEO JOVEM

Na esfera interna, a Sobratema está empenhada em preparar o profissional do futuro, que daqui a alguns anos estará compondo a liderança de seus quadros. “Precisamos construir a sucessão da entidade e não é fácil encontrar jovens profissionais no mercado dispostos a dedicar parte do seu tempo a uma associação, muitas vezes passando momentos difíceis”, explica Auler Neto.

Em nova iniciativa inédita, a premiação anual também passa a reconhecer o mérito na operação dos equipamentos

Ou seja, é preciso encontrar um tempo de dedicação não remunerada para a associação, seja à noite, nas horas vagas ou no final de semana, sem comprometer a atividade principal na empresa onde cada um atua. Os associados que fazem parte do Grupo Jovem – uma dos programas mais recentes da Associação – já entendem a importância dessa dedicação para uma entidade representativa.

De acordo com Eurimilson Daniel, também vice-presidente da Sobratema, após 30 anos de atividade sempre há uma necessidade de renovação. “A Associação aborda os assuntos de todo o universo de equipamentos, sem ter perfil classista, ou seja, ela une toda a cadeia produtiva do setor de máquinas, não está focada apenas em usuário, fabricante, locador ou revendedor de peça”, explica. “E isso tem atraído a atenção de jovens profissionais interessados em contribuir com um olhar moderno em uma área que precisa urgentemente de renovação.”

Nesse sentido, reforça Daniel, a Associação interessa-se cada vez mais em trazer para seus quadros o pensamento jovem, principalmente em “aspectos relacionados às novas tecnologias de integração digital entre as mídias, atualização com as redes sociais, entre outros”. Isso significa que parte das mudanças que a entidade tem vivenciado vem sendo proposta pelos jovens. “O caminho é construir uma Sobratema do futuro a partir de uma jovem mentalidade profissional”, aponta o vice-presidente.

A premiação do “Destaque Pós-Venda”, por exemplo, é uma importante iniciativa desse núcleo. Ademais, torna-se cada vez mais evidente que a escolha entre uma marca e outra é ditada por um serviço de pós-venda eficiente, que seja aliado do usuário para evitar máquina parada. Embora esse reconhecimento cause certo desconforto no mercado, Auler Neto considera essa reação positiva, pois faz com que os fornecedores reflitam sobre os motivos pelos quais se destacaram ou não foram lembrados, o que falta fazer e onde precisam melhorar. “Quem vota é sempre o usuário, que escolhe se o serviço é bom ou ruim e dá a nota que considera merecedora”, explica Auler Neto, acrescentando que a Sobratema – também por meio do Núcleo Jovem – está lançando um prêmio voltado para os operadores de equipamentos, de modo que “não apenas as empresas, mas também os profissionais de variados escalões da atividade sejam lembrados e reconhecidos”

NETWORKING E INFORMAÇÃO SEGUEM COMO PRIORIDADE

Calendário de eventos abrange temas tecnológicos, de gestão e de mercado

Na área de eventos, a Sobratema realiza quatro atividades durante o ano, voltados à atualização e disseminação de informações para os profissionais do setor de equipamentos: o Workshop, o Fórum de Infraestrutura, a Semana das Tecnologias Integradas e o evento estratégico Tendências do Mercado da Construção – que apresenta ao setor os resultados do Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos, um material de referência único do gênero no país, com dados da demanda de máquinas no país e projeções de renomados especialistas do jornalismo e da economia. Bem-aceitos pelo mercado, são eventos aguardados com expectativa, principalmente porque possibilitam networking e geração de negócios entre o qualificado público participante.

A finalidade é sempre levar ao público novidades que farão a diferença no ramo de atuação do profissional, tanto temas tecnológicos e de gestão, como assuntos que trazem uma perspectiva de direcionamento de mercado. Entre os palestrantes convidados, destacam-se figuras de atuação expressiva nas áreas de jornalismo, economia e negócios, como Maílson da Nóbrega, Carlos Alberto Sardenberg, Ethevaldo Siqueira, Ricardo Amorim, Denise Campos de Toledo, Kennedy Alencar, Cristiana Lôbo, Dony De Nuccio, Luis Artur Nogueira, entre outros.

Na área social, a entidade também já realizou 20 edições de sua tradicional festa de confraternização de final de ano, em um evento de celebração que não poderia ficar sem registro nesta edição especial. “Nossa ideia é continuar mantendo uma agenda de eventos com espaçamento entre três ou quatro meses um do outro, que possibilite ao associado, ao fabricante e ao profissional do setor a troca de experiências, informações e contatos”, explica o vice-presidente da Sobratema, Paulo Oscar Auler Neto

REFORÇADA, M&T EXPO MANTÉM-SE COMO A PRINCIPAL FEIRA DO CONTINENTE

Após nove edições, a M&T Expo tornou-se uma vitrine para a cadeia produtiva global da construção e da mineração

A M&T Expo proporciona uma integração tecnológica nacional e internacional que nenhum outro evento do setor conseguiu realizar na América Latina. A cada ano, a feira tem garantido seu espaço em porte e consolidação, mesmo diante das dificuldades financeiras que acometeram o país nos últimos cinco anos. “Hoje, sabemos que muitos modelos de equipamentos produzidos nas fábricas brasileiras são exportados para todo o mundo, sem qualquer readaptação”, explica Eurimilson Daniel, vice-presidente da Sobratema. “Assim, a M&T Expo é uma vitrine para a cadeia produtiva internacional interessada em expor suas novidades para o mercado latino-americano. A crise é cíclica, pouco impede a indústria de dar continuidade aos projetos de longo prazo e suas estratégias mercadológicas.”

De fato, a M&T Expo nivela o conhecimento em relação ao que existe disponível em produtos e serviços para o mercado da construção. “A crise que se instalou nos últimos anos deixou o mercado intimidado, mas o país continua com as mesmas necessidades de infraestrutura para crescer”, acrescenta Silvimar Fernandes Reis, também vice-presidente da Sobratema. “Portanto, sempre haverá demanda por equipamentos.”

Nesse sentido, a parceria com a Messe München confirma o alto padrão da feira, bem como o reconhecimento de sua relevância no contexto internacional. “Com certeza, essa parceria também trará um importante retorno em termos de globalização do conhecimento para os próximos eventos”, arremata Silvimar Reis.

MEMÓRIA

Há exatos cinco anos, a Revista M&T contou a epopeia de fundação da Sobratema, cuja história pode ser relembrada neste link:

www.revistamt.com.br/Materias/Exibir/a-uniao-de-tecnologia-networking-e-informacao

 

"Abrir os caminhos necessários para o crescimento do nosso mercado é um exercício diário de entendimento das demandas e suas especificidades. E nesses 30 anos de parceria, a Sobratema tem provido incansavelmente os alicerces fundamentais para o desenvolvimento do setor."

Nicola D’Arpino
Vice-presidente da New Holland Construction para a América Latina

 

 

 

"Parabenizamos a Sobratema por estes 30 anos de empenho e dedicação na propagação de tecnologias para construção e mineração. Temos orgulho de fazer parte desse caminho de construção de uma inteligência de mercado, seja através de seminários, feiras ou planos compartilhados na Revista M&T, entre outras ações."

Luiz Marcelo Tegon
Presidente da Ciber Equipamentos Rodoviários

 

 

 

"A Sobratema tem feito um trabalho primoroso ao longo desses 30 anos. Seja reunindo os fabricantes, desenvolvendo estudos, realizando eventos ou levando informações que contribuem para o desenvolvimento do setor de máquinas e equipamentos de construção. Nesse período, tornou-se indispensável para todo o setor pela qualidade e importância estratégica de seus trabalhos."

Roque Reis
Vice-presidente da Case CE para a América Latina

"Para nós, é um privilégio contar com uma entidade focada em inovação e no fortalecimento do setor de construção como a Sobratema. Somos parceiros há mais de 15 anos, quando entramos na América Latina e inauguramos nossa sede do Brasil, desde então participando ativamente de todas as edições da M&T Expo, além do apoio contínuo aos veículos de imprensa ligados à entidade."

Gustavo Faria
Presidente regional da Terex Latin America

 

 

 

 

 

 

"De um lado, a parceria da Sobratema com a bauma na organização da M&T Expo une um profundo conhecimento sobre o mercado local de construção e, por outro, a experiência internacional na organização de feiras. Isso gera um grande benefício para os clientes e expositores da feira, ampliando o interesse mundial pela linha de produtos das marcas."

Odair Renosto
Presidente da Caterpillar Brasil

 

 

 

 

"Em todos esses anos de atuação, percebemos a preocupação da Sobratema com seus associados através dos seus eventos, fóruns e serviços prestados, buscando sempre difundir conhecimento, informações e garantir a atualização em relação aos principais temas referentes à construção civil e mineração."

Klemens Stroebele
Diretor administrativo financeiro da Liebherr no Brasil

 

 

 

 

 

"No decorrer dos últimos 30 anos, a Sobratema colaborou diretamente para o desenvolvimento tecnológico dos setores de construção e mineração, atuando fortemente na representação das múltiplas vozes que formam esse mercado. É um orgulho fazermos parte desse trabalho tão importante para o crescimento sustentável do nosso país."

Roberto Marques
Diretor de vendas da divisão de construção da John Deere Brasil

 

 

 

 

 

 

 

"Um país só pode crescer se contar com entidades que representem os interesses de seus mais diversos setores. Com isso em mente, queremos cumprimentar a Sobratema por seus 30 anos de participação no desenvolvimento do mercado de infraestrutura no Brasil, seja pela entrega de conteúdo relevante aos profissionais do setor, seja pela sua presença e voz ativa em prol das necessidades do mercado."

Collin Davis
Diretor executivo para feiras de bens de capital da Messe München International (MMI)

 





Saiba mais:

Sobratema: www.sobratema.org.br