FECHAR
FECHAR
06 de agosto de 2018
Voltar
Especial Sobratema 30 Anos

Avanços contra sinistros

Popularizados na última década, os sistemas de monitoramento por telemetria ajudam a proteger os equipamentos com cercas eletrônicas, rastreamento satelital e localização georreferenciada
Por Santelmo Camilo

Já era noite alta, quando o executivo Vanderlei Cristiano foi avisado que um equipamento da sua frota, uma minicarregadeira Bobcat, acabara de ser furtado. O fato aconteceu há quase sete anos, em São Paulo. Na época, os assaltantes não imaginavam que a máquina possuía um avançado sistema de rastreamento que evitaria o prejuízo para Cristiano, que é diretor da Saluter Terraplenagem.

Com notificações quase diárias, sinistros de máquinas vêm se tornando mais frequentes no país

Assim, ele verificou pelo rastreador que a máquina estava rodando na pista e imediatamente acionou a Polícia Militar, deslocando-se até o local. Ao chegar, conseguiu identificar pelo sistema que o equipamento havia sido desligado e estava sendo transportado sobre um caminhão. “Quando informei esse esquema de fuga à polícia, a recomendação foi que eu prestasse queixa na delegacia, pois como a ação já tinha sido cometida os militares não poderiam fazer mais nada”, narra.

Ato contínuo, Cristiano esperou amanhecer e correu para o endereço rastreado, em uma comunidade situada entre São Paulo e Diadema. “Quando cheguei, não consegui encontrar a máquina, mas duas viaturas da Rocam se aproximaram e expliquei o que estava acontecendo, informando a direção do equipamento”, relembra. “Os policiais pediram então para que eu aguardasse no local e, minutos depois, encontraram a máquina e solicitaram que eu fosse até o galpão para identifica-la.”

De acordo com ele, no local havia outros equipamentos roubados, como guinchos, caminhões, chassis, motores e diferenciais. E, ao final, todos os envolvidos no caso foram presos.

No Brasil, o uso de sistemas satelitais tem permitido encontrar máquinas extraviadas, o que representa um avanço em um país sem levantamentos precisos e abrangentes

Mas o risco é perene. O sinistro ocorrido com o diretor da Saluter tornou-se frequente nas grandes capitais, tanto que diariamente há proprietários de máquinas notificando roubos em grupos de WhatsApp, newsletters, websites e redes sociais.

OCORRÊNCIAS

Embora não exista qualquer estatística oficial sobre a recuperação de equipamentos monitorados, existem dados de seguradoras e empresas de rastreamento que apontam um número expressivo de recuperações nos casos de veículos rastreados por telemetria. E esse foi um avanço importante do setor. Para Silvimar Reis, diretor da TMD Group e vice-presidente da Sobratema, são vários os casos de identificação e recuperação de máquinas e caminhões, especialmente nos grandes centros e conforme a atratividade do ativo. “Por isso, é fundamental implantar cercas eletrônicas para possibilitar maior rapidez na identificação de casos de anormalidade, ou seja, quando os equipamentos saem da rota especificada”, orienta.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral