FECHAR
FECHAR
02 de março de 2012
Voltar
Locação

Sistema de gestão profissionaliza o negócio

Com a adoção de software de gestão, locadoras conseguem otimizar os recursos para uma melhor ocupação da frota e rentabilidade do negócio

O avanço da profissionalização do mercado de locação deve impulsionar o uso dos recursos de tecnologia da informação (TI) para a melhor gestão dessas empresas. Essa, pelo menos, é a aposta da Sisloc Softwares, especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão empresarial (ERP - Enterprise Resource Planning) para locadoras de equipamentos de construção, utilizados por empresas como a Locar, Orguel, A Geradora, Tracbel e Comingersoll, entre outras.

“A locação de equipamentos é um serviço como qualquer outro, mas apresenta características muito específicas que a diferenciam dos demais tipos de negócio e, por esse motivo, demanda um sistema de gestão desenhado para atender essas particularidades”, diz Leonidas Ferreira Júnior, diretor comercial da Sisloc. Segundo ele, o software desenvolvido pela empresa é o único disponível no mercado para o segmento de locação de máquinas, já que os demais precisam ser cutomizados ou adaptados para atender todas as variáveis envolvidas nesse tipo de negócio.

“Com esse sistema, o usuário localiza qualquer equipamento em sua frota, alocado em qualquer filial do país, identificando se ele está contratado por algum cliente e quando deverá parar para manutenção”, explica o executivo. Além de acompanhar o horímetro das máquinas e emitir a nota fiscal para o cliente, consolidando o faturamento da locadora, ele prevê todos os recursos necessários para a parada programada, como peças, lubrificantes, mão de obra e outros insumos.

Com a melhor gestão dos recursos, o cliente ganha maior visibilidade do negócio e reduz custos devido à melhor ocupação da frota, bem como à eficiência na gestão de estoque de peças e do pessoal de manutenção, entre outros quesitos. Outro benefício está relacionado á inteligência que o sistema agrega ao negócio. “Com ele, o usuário consegue observar que, no caso da locação de uma retroescavadeira no período noturno, por exemplo, será necessária a utilização de torre de iluminação e, dessa forma, ele pode oferecer mais produtos para locação ao seu cliente”, observa Ferreira Júnior.

Ele ressalta que o sistema desenvolvido pela empresa atende ao processo de locação dos mais diferentes tipos de equipamentos, como máquinas de movimentação de solos, guindastes, formas, geradores, compressores de ar, plataformas elevatórias, contêineres e outros. “Cada família de equipamento possui um processo próprio de locação, pois, no caso das formas, por exemplo, é preciso prever o tempo e o pessoal necessários para sua montagem e desmontagem.”