FECHAR
FECHAR
16 de abril de 2014
Voltar
Locação

Oportunidade de crescimento

Há seis anos no Brasil, a holandesa Riwal aposta em equipamentos como plataformas aéreas e manipuladores telescópicos para ganhar espaço no competitivo mercado nacional
Por Melina Fogaça

Com sede em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba (PR), a multinacional holandesa Riwal reforça sua participação no mercado nacional de locação de equipamentos de acesso com a inauguração de um novo depósito localizado na cidade de Americana (SP). Presente no Brasil desde 2008, a empresa quer aproximar-se de seu cliente final no estado de São Paulo, facilitando a logística de transporte de equipamentos e imprimindo maior agilidade ao atendimento no principal mercado de equipamentos do país.

Para tanto, a empresa escolheu a dedo a localização do novo depósito. “O município de Americana, na região metropolitana de Campinas, é muito promissor, principalmente devido ao potencial de diversas indústrias que historicamente se instalam no local”, diz Jim Roest, diretor-geral da Riwal no Brasil. Além de acomodar plataformas de acesso e manipuladores telescópicos, como explica Roest, a instalação também abriga um centro de formação onde são realizados treinamentos de novos técnicos e operadores.

Aliás, o executivo ressalta que, além de expandir suas operações, a Riwal também vem investindo pesado na qualificação de profissionais em suas operações na América Latina, realizando diversos tipos de treinamentos para cada tipo de aplicação, com foco nas especificidades do local onde cada máquina será utilizada. “Outra preocupação nossa é adaptar os procedimentos segundo a necessidade do cliente, sempre seguindo o padrão Riwal aplicado nos principais centros de treinamento da Europa”, diz ele.

Até por possuir um mercado de locação em desenvolvimento – que ainda requer maior amadurecimento, diversidade de equipamentos e profissionais especializados –, Roest vê no país uma oportunidade preciosa de crescimento para a empresa, o que a leva a projetar a abertura de novas filiais no país em um futuro próximo. “Estamos em busca de novas parcerias, especialmente com empresas já atuantes no mercado brasileiro e que possam garantir nosso padrão de qualidade em relação à prestação de serviço com atendimento específico ao cliente”, revela o diretor.

ATUAÇÃO

Com mais de 45 anos de atuação, a Riwal conta com uma frota mundial de mais de 13 mil equipamentos, que atende aos clientes internacionais em aproximadamente 50 depósitos espalhados por países como Dinamarca, Eslovênia, França, Noruega, Croácia, Cazaquistão, Espanha, Polônia, I


Com sede em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba (PR), a multinacional holandesa Riwal reforça sua participação no mercado nacional de locação de equipamentos de acesso com a inauguração de um novo depósito localizado na cidade de Americana (SP). Presente no Brasil desde 2008, a empresa quer aproximar-se de seu cliente final no estado de São Paulo, facilitando a logística de transporte de equipamentos e imprimindo maior agilidade ao atendimento no principal mercado de equipamentos do país.

Para tanto, a empresa escolheu a dedo a localização do novo depósito. “O município de Americana, na região metropolitana de Campinas, é muito promissor, principalmente devido ao potencial de diversas indústrias que historicamente se instalam no local”, diz Jim Roest, diretor-geral da Riwal no Brasil. Além de acomodar plataformas de acesso e manipuladores telescópicos, como explica Roest, a instalação também abriga um centro de formação onde são realizados treinamentos de novos técnicos e operadores.

Aliás, o executivo ressalta que, além de expandir suas operações, a Riwal também vem investindo pesado na qualificação de profissionais em suas operações na América Latina, realizando diversos tipos de treinamentos para cada tipo de aplicação, com foco nas especificidades do local onde cada máquina será utilizada. “Outra preocupação nossa é adaptar os procedimentos segundo a necessidade do cliente, sempre seguindo o padrão Riwal aplicado nos principais centros de treinamento da Europa”, diz ele.

Até por possuir um mercado de locação em desenvolvimento – que ainda requer maior amadurecimento, diversidade de equipamentos e profissionais especializados –, Roest vê no país uma oportunidade preciosa de crescimento para a empresa, o que a leva a projetar a abertura de novas filiais no país em um futuro próximo. “Estamos em busca de novas parcerias, especialmente com empresas já atuantes no mercado brasileiro e que possam garantir nosso padrão de qualidade em relação à prestação de serviço com atendimento específico ao cliente”, revela o diretor.

ATUAÇÃO

Com mais de 45 anos de atuação, a Riwal conta com uma frota mundial de mais de 13 mil equipamentos, que atende aos clientes internacionais em aproximadamente 50 depósitos espalhados por países como Dinamarca, Eslovênia, França, Noruega, Croácia, Cazaquistão, Espanha, Polônia, Inglaterra, Alemanha, Índia, Suécia e Qatar, além de Brasil e Holanda, onde fica sua sede.

Nos últimos 25 anos, a empresa vem se especializando no ramo de equipamentos de acesso, incluindo plataformas do tipo tesoura, com lança telescópica e lança articulada, manipuladores telescópicos e produtos especiais, como andaimes e balancins. O principal critério utilizado na escolha dos fabricantes, como afirma Roest, é a qualidade dos produtos, mas o bom relacionamento também tem seu peso. “Alguns fabricantes inclusive nos deixam cooperar na produção e desenvolvimento dos equipamentos”, acrescenta.

No segmento de plataformas, a locadora atua especificamente com equipamentos da marca JLG, disponibilizando estoques de peças originais do fabricante. Roest destaca que a frota é constantemente renovada, o que permite manter uma média de idade em torno de três a cinco anos, dependendo do uso e da configuração. “Em todo o mundo, os equipamentos mais locados são plataformas aéreas de lança articulada de 15 a 20 m e as plataformas tipo tesoura de 8 m a 12 m”, informa o executivo, destacando que a compra dos equipamentos é realizada por meio de indicações das filiais dos países em que a empresa atua.

SINTONIA

No Brasil, diga-se, a estratégia de expansão está em sintonia fina com as mais recentes ações realizadas pela empresa em sua matriz, localizada em Dordrecht, ao sul de Rotterdam, na Holanda. Em 2013, quando dobrou seu faturamento global pelo terceiro ano consecutivo, a Riwal inaugurou um novo depósito na cidade de Leek, nas proximidades de Groningen. Segundo Roest, trata-se do quarto depósito instalado naquele país e a inauguração do espaço tem como objetivo atender à região norte do território neerlandês. “A exemplo do Brasil, o novo depósito é responsável pelo fornecimento de plataformas aéreas e manipuladores telescópicos para locação e serviços adicionais, como venda de equipamentos de acesso, suporte técnico, serviço de peças e cursos de formação”, conclui Roest.