ABRIR
FECHAR
14 de setembro de 2021
Voltar

ZF e Locomation tornarão caminhões autônomos reais em 2022

Caminhões autônomos devem começar a rodar em operações reais na América do Norte no final de 2022
Fonte: Estradão

A partir de 2022, os caminhões que dirigem sozinhos se tornarão realidade, ao menos nos Estados Unidos. A ZF anunciou uma parceria com a Locomation para desenvolver caminhões autônomos. E as empresas prometem torná-los reais já em 2022.

Como parte do acordo, a ZF fornecerá à Locomation unidades de direção elétrica ReAX Nível 4. Dessa forma, trabalhará com a empresa para testar os sistemas em condições reais. Assim, os testes ocorrerão com caminhões de grandes frotistas norte-americanos, entre eles, a Wilson Logistics.

“A ZF traz sua experiência do setor automotivo para veículos comerciais. Trata-se de uma grande oportunidade de conduzir a implantação de caminhões autônomos. E de forma segura”, disse o cofundador da Locomation e CEO, Çetin Meriçli.

Caminhões autônomos

Por sua vez, a Locomation desenvolve as tecnologias para automação em veículos pesados. Nesse sentido, a companhia planeja implantar seu sistema Autonomous Relay Convoy no final de 2022.

Seja como for, os executivos da Locomation afirmam que e empresa conta com uma carteira com 2.120 pedidos de clientes. Mesmo que a tecnologia autônoma ainda não esteja disponível.

“Temos o prazer de colaborar co...


A partir de 2022, os caminhões que dirigem sozinhos se tornarão realidade, ao menos nos Estados Unidos. A ZF anunciou uma parceria com a Locomation para desenvolver caminhões autônomos. E as empresas prometem torná-los reais já em 2022.

Como parte do acordo, a ZF fornecerá à Locomation unidades de direção elétrica ReAX Nível 4. Dessa forma, trabalhará com a empresa para testar os sistemas em condições reais. Assim, os testes ocorrerão com caminhões de grandes frotistas norte-americanos, entre eles, a Wilson Logistics.

“A ZF traz sua experiência do setor automotivo para veículos comerciais. Trata-se de uma grande oportunidade de conduzir a implantação de caminhões autônomos. E de forma segura”, disse o cofundador da Locomation e CEO, Çetin Meriçli.

Caminhões autônomos

Por sua vez, a Locomation desenvolve as tecnologias para automação em veículos pesados. Nesse sentido, a companhia planeja implantar seu sistema Autonomous Relay Convoy no final de 2022.

Seja como for, os executivos da Locomation afirmam que e empresa conta com uma carteira com 2.120 pedidos de clientes. Mesmo que a tecnologia autônoma ainda não esteja disponível.

“Temos o prazer de colaborar com a Locomation. Principalmente nesse momento em que ela está na fase final do desenvolvimento da tecnologia para o transporte. A abordagem única e prática da Locomation oferece uma oportunidade de chegar ao mercado mais cedo. Dessa forma, fornece à ZF dados do mundo real. Para, assim, aprimorarmos nossa tecnologia”, disse o vice-presidente para as Américas, da divisão de veículos comerciais do Grupo ZF, Julien Plenchette.

Porém, vale ressaltar que durante as avalições finais os caminhões serão operados sob orientação humana. Contudo, a proposta é que os caminhões ajam por conta própria. À medida que os ambientes externos se tornem mais seguros. Nesse sentido, isso significa uma comunicação bem desenvolvida. Sobretudo entre a infraestrutura e a tecnologia.

Tecnologia

O ReAX chegou ao mercado em 2018. Até então como o primeiro protótipo do mundo de um sistema de direção totalmente elétrico. E direcionado exclusivamente para veículos comerciais. Nesse sentido, ele dispensa o sistema hidráulico e periféricos.

O seu motor elétrico fornece 70 Nm de servoassistência total. A direção totalmente elétrica é essencial para sistemas avançados de assistência ao motorista (ADAS).

O ReAX é um componente fundamental uma vez que possibilita aos caminhões e ônibus “agirem”. Assim, é integrado à unidades de controle eletrônico, como o ZF ProAI. Além de sensores e outros sistemas veiculares. Dessa forma pode realizar diversas tarefas.

Ou seja, do controle dos movimentos laterais à condução autônoma de nível 4. Isso significa que o caminhão esterça sozinho em determinados trechos da rodovia. Bem como pode realizar manobras em terminais de carga e descarga.

A direção ReAX também oferece suporte a funções integradas de segurança ativa. Como o sistema de manutenção de faixa. Item que ajuda a evitar que o veículo saia da pista.