ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
LANÇAMENTOS
Voltar

Nova carregadeira de mineração WE1350 chega ao Brasil

A 3ª geração do modelo diesel-elétrico da Komatsu promete maior produtividade e capacidade, além de redução de até 25% nas emissões de CO₂

Assessoria de imprensa

26/04/2022 11h00

A Komatsu traz ao Brasil a 3ª geração da carregadeira WE1350. O equipamento tem seu projeto voltado para aplicações em mineração de grande e médio porte e suas principais característica são alta capacidade de carga – até 40 toneladas por passe, que garante mais agilidade na locomoção e escavação – e consumo de combustível reduzido.

A linha é a terceira geração de um modelo criado há cerca de 20 anos e que – segundo a fabricante – vem evoluindo eletrônica e mecanicamente desde o lançamento comercial.

“As carregadeiras de terceira geração oferecem maior produtividade (até 20% a mais que equipamentos do mesmo porte), capacidade de escavação (18% a mais de força de escavação) e direcionamento para reduzir as emissões de CO2 em até 25% quando se compara com equipamentos mecânicos”, explica Paulo Torres, diretor de desenvolvimento de negócios da Divisão de Mineração da Komatsu.

A carregadeira diesel-elétrica sobre rodas tem motor de 1.600 hp, ca&cced...


A Komatsu traz ao Brasil a 3ª geração da carregadeira WE1350. O equipamento tem seu projeto voltado para aplicações em mineração de grande e médio porte e suas principais característica são alta capacidade de carga – até 40 toneladas por passe, que garante mais agilidade na locomoção e escavação – e consumo de combustível reduzido.

A linha é a terceira geração de um modelo criado há cerca de 20 anos e que – segundo a fabricante – vem evoluindo eletrônica e mecanicamente desde o lançamento comercial.

“As carregadeiras de terceira geração oferecem maior produtividade (até 20% a mais que equipamentos do mesmo porte), capacidade de escavação (18% a mais de força de escavação) e direcionamento para reduzir as emissões de CO2 em até 25% quando se compara com equipamentos mecânicos”, explica Paulo Torres, diretor de desenvolvimento de negócios da Divisão de Mineração da Komatsu.

A carregadeira diesel-elétrica sobre rodas tem motor de 1.600 hp, caçamba com 23 m3 e capacidade de carga de 40 toneladas.

O novo modelo traz o sistema regenerativo SR Hybrid Drive, que durante a frenagem ou retardo permite aos motores elétricos tornarem-se geradores e fornecerem energia de volta ao sistema elétrico.

Já o sistema de armazenamento de energia cinética (KESS) funciona em conjunto com o SR Hybrid Drive para armazenar potência capturada na frenagem e direcioná-la para complementar a demanda de potência de pico.

“Essas tecnologias permitem reduzir o consumo de combustível em até 45% quando comparado a carregadeiras de rodas com tração mecânica de mesmo porte”, reforça Torres.

“O resultado são tempos de ciclo rápidos com uma melhoria proporcional no combustível por tonelada de material produzido”, diz.

Além disso, o equipamento possui o sistema de controle de rede LINCS II, que fornece feedback instantâneo em tempo real e estatísticas como altura e ângulo da caçamba, carga útil individual da caçamba e total de toneladas movidas, ajudando no gerenciamento da máquina e da operação.

Fabricada nos Estados Unidos, a carregadeira chega ao Brasil para início de operações de mineração na região Sudeste do país. Segundo a fabricante, a ideia é trazer uma série de máquinas da nova linha a outras regiões do país e da América Latina, como Chile, Peru e México.