P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR

P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR
EMPRESAS
Voltar

NGK celebra 63 anos de operação no Brasil

Multinacional japonesa é uma das principais fornecedoras de componentes originais de sistema de ignição do país

Assessoria de Imprensa

01/08/2022 07h46

Especializada em velas de ignição, a NGK completa 63 anos de operação nacional neste 1º de agosto.

A multinacional chegou ao Brasil em 1959 e instalou em Mogi das Cruzes (SP) a sua primeira fábrica fora do Japão. Atualmente, a companhia tem forte presença em todos os continentes.

Com 625 mil m², a planta brasileira é responsável por empregar mais de 1,4 mil profissionais, que produzem componentes automotivos como velas, cabos de ignição e terminais supressivos.

A fábrica dispõe também de um dos seis centros tecnológicos da companhia no mundo.

Atualmente, a NGK é uma das principais fornecedoras de componentes originais de sistema de ignição e líder no mercado nacional de reposição.

Em 63 anos, a companhia atingiu a marca histórica de 2,5 bilhões de velas produzidas, além de superar 310 milhões de cabos de ignição.

A empresa ainda comercializa bobinas de ignição e velas aquecedoras sob a marca NGK e sensores de oxigênio sob a marca NTK.

Segundo Yuki Izuoka, presidente da NGK do Brasil, toda

...

Especializada em velas de ignição, a NGK completa 63 anos de operação nacional neste 1º de agosto.

A multinacional chegou ao Brasil em 1959 e instalou em Mogi das Cruzes (SP) a sua primeira fábrica fora do Japão. Atualmente, a companhia tem forte presença em todos os continentes.

Com 625 mil m², a planta brasileira é responsável por empregar mais de 1,4 mil profissionais, que produzem componentes automotivos como velas, cabos de ignição e terminais supressivos.

A fábrica dispõe também de um dos seis centros tecnológicos da companhia no mundo.

Atualmente, a NGK é uma das principais fornecedoras de componentes originais de sistema de ignição e líder no mercado nacional de reposição.

Em 63 anos, a companhia atingiu a marca histórica de 2,5 bilhões de velas produzidas, além de superar 310 milhões de cabos de ignição.

A empresa ainda comercializa bobinas de ignição e velas aquecedoras sob a marca NGK e sensores de oxigênio sob a marca NTK.

Segundo Yuki Izuoka, presidente da NGK do Brasil, toda a trajetória da empresa é acompanhada pela inovação.

“Celebramos 63 anos marcados pela produção de componentes de alta tecnologia, com garantia de aplicação, qualidade original e disponibilidade no mercado para atendimento integral de nossos clientes”, afirma.