ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
16 de novembro de 2021
Voltar

Jungheinrich completa 20 anos no Brasil

Aniversário é marcado pelo lançamento de política comercial para contribuir com a redução de emissão de gases de efeito estufa.
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Jungheinrich, empresa global com foco em soluções de intralogística, completa 20 anos de atuação no Brasil e comemora a data com o crescimento dos negócios em todas as regiões do país.

Segundo Vigold Georg, vice-presidente da Jungheinrich para a América Latina, a empresa conta hoje com uma equipe altamente qualificada na área comercial e de pós-vendas.

“Enquanto a área comercial define o equipamento mais adequado para cada operação do cliente, os profissionais da área de pós-vendas têm como principal objetivo a excelência na manutenção preventiva para garantir ao cliente uma operação segura e com o menor número de paradas”, afirma Georg.

Inovação – Nos últimos anos, a empresa também investiu em tecnologias para conectar os clientes ao pós-vendas de maneira mais prática e ágil. Entre as ferramentas disponíveis estão o chamado "Service Online".

Trata-se de um inovador e completo aplicativo on-line de abertura de chamados que, além de facilitar a comunicação com os técnicos da Jungheinrich, dispõe de indicadores de performance para que o gestor da área possa checar o histórico de todos os serviços executados na frota ...


A Jungheinrich, empresa global com foco em soluções de intralogística, completa 20 anos de atuação no Brasil e comemora a data com o crescimento dos negócios em todas as regiões do país.

Segundo Vigold Georg, vice-presidente da Jungheinrich para a América Latina, a empresa conta hoje com uma equipe altamente qualificada na área comercial e de pós-vendas.

“Enquanto a área comercial define o equipamento mais adequado para cada operação do cliente, os profissionais da área de pós-vendas têm como principal objetivo a excelência na manutenção preventiva para garantir ao cliente uma operação segura e com o menor número de paradas”, afirma Georg.

Inovação – Nos últimos anos, a empresa também investiu em tecnologias para conectar os clientes ao pós-vendas de maneira mais prática e ágil. Entre as ferramentas disponíveis estão o chamado "Service Online".

Trata-se de um inovador e completo aplicativo on-line de abertura de chamados que, além de facilitar a comunicação com os técnicos da Jungheinrich, dispõe de indicadores de performance para que o gestor da área possa checar o histórico de todos os serviços executados na frota do cliente e avaliar o desempenho.

"Nossa estrutura de pós-venda é digitalizada e 100% preparada para o atendimento remoto. Isso é um grande diferencial da Jungheinrich que mesmo em situações sensíveis, como no início da pandemia, consegue garantir total cobertura do atendimento a seus clientes", diz Maurício Lima, gerente de Pós-Venda da Jungheinrich.

Meio ambiente – O aniversário da Jungheinrich também é marcado pelo lançamento de uma política comercial inédita no Brasil em prol do meio ambiente. Para contribuir com a redução de emissão de gases de efeito estufa, a cada substituição de uma empilhadeira ou rebocador a combustão por um equipamento elétrico Jungheinrich de qualquer modelo, 20 árvores serão plantadas por meio da Associação Ambientalista Copaíba, ONG parceira na viabilização deste projeto.

Sob o mote "O meio ambiente ganha em dobro", a ação promove o ganho ambiental tanto ao incentivar a troca das máquinas a combustão por elétricas, quanto pela contribuição no reflorestamento da Mata Atlântica. Já o número de mudas por máquina simboliza os 20 anos da Jungheinrich no Brasil e estimula a compensação ambiental progressiva no longo prazo.

"Queremos oferecer às empresas uma oportunidade adicional para contribuir na redução de emissões de gases de efeito estufa, o que também está em consonância com as boas práticas de ESG. Precisamos nos conscientizar de que este compromisso em reduzir a emissão de gases não deve estar restrito aos veículos de transporte rodoviário (caminhões, ônibus), mas deve também ser estendido aos veículos internos das empresas, começando nos armazéns", explica Georg.