P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR
INTERNACIONAL
Voltar

John Deere desenvolve motor a etanol para máquinas agrícolas

O uso de biocombustíveis, incluindo etanol, biodiesel e diesel renovável, tem sido uma eficaz estratégia na redução de emissões de gases de efeito estufa

Canal Rural

17/11/2023 13h10 | Atualizada em 21/11/2023 10h04

Na Agritechnica 2023, principal feira mundial de máquinas agrícolas em Hanover Alemanha, que aconteceu entre os dias 12 e 18 de novembro, a John Deere apresentou seu projeto de um motor a etanol de 9.0L. Essa inovação surge como uma alternativa sustentável para motores de alto desempenho.

O etanol, biocombustível produzido globalmente a partir de diversas matérias-primas, como milho, trigo e cana-de-açúcar, destaca-se pela alta octanagem, tornando-se viável para motores de combustão interna de alto desempenho.

O uso de biocombustíveis, incluindo etanol, biodiesel e diesel renovável, tem sido uma eficaz estratégia na redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) em veículos ao longo da última década.

Antonio Carrere, presidente da John Deere Brasil, destaca que o motor a etanol é mais uma iniciativa de inovação e tecnologia da empresa para promover uma agricultura produtiva e sustentável, contribuindo para a segurança alimentar global diante de uma população em crescimento.

O Brasil, como um dos principais produtores de etanol do mundo, tanto &agr

...

Na Agritechnica 2023, principal feira mundial de máquinas agrícolas em Hanover Alemanha, que aconteceu entre os dias 12 e 18 de novembro, a John Deere apresentou seu projeto de um motor a etanol de 9.0L. Essa inovação surge como uma alternativa sustentável para motores de alto desempenho.

O etanol, biocombustível produzido globalmente a partir de diversas matérias-primas, como milho, trigo e cana-de-açúcar, destaca-se pela alta octanagem, tornando-se viável para motores de combustão interna de alto desempenho.

O uso de biocombustíveis, incluindo etanol, biodiesel e diesel renovável, tem sido uma eficaz estratégia na redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) em veículos ao longo da última década.

Antonio Carrere, presidente da John Deere Brasil, destaca que o motor a etanol é mais uma iniciativa de inovação e tecnologia da empresa para promover uma agricultura produtiva e sustentável, contribuindo para a segurança alimentar global diante de uma população em crescimento.

O Brasil, como um dos principais produtores de etanol do mundo, tanto à base de cana-de-açúcar quanto de milho, será um foco significativo para a implementação dessa solução, aproveitando as redes já estabelecidas de produção e distribuição.

O anúncio do motor a etanol alinha-se às metas globais de sustentabilidade da John Deere para 2026 e 2030, visando não apenas reduzir as emissões da empresa, mas também auxiliar na diminuição dos insumos e emissões de seus clientes e fornecedores, alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Entre as metas estabelecidas estão a apresentação de um motor de baixa/livre emissão de carbono, o lançamento de um trator totalmente autônomo e elétrico, o desenvolvimento de mais de 20 produtos elétricos e híbridos na divisão de Construção e Florestal, e a garantia de que 100% dos novos produtos de pequeno porte estejam habilitados para conectividade até 2026, abrangendo 1,5 milhão de máquinas.

P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E