ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
FINANCIAMENTOS
Voltar

Banco CNH Industrial reforça crédito com captação de R$ 600 milhões em letras financeiras

Captação reforça o posicionamento estratégico da instituição de suportar financiamentos próprios para a compra de máquinas e equipamentos

Assessoria de Imprensa

10/05/2022 18h22

O Banco CNH Industrial concluiu, no dia 28 de abril, a sua primeira emissão de letras financeiras de 2022, no valor de R$ 600 milhões.

Apesar da volatilidade do mercado decorrente da crise provocada pela pandemia, acentuada pelo conflito militar na Ucrânia, a instituição teve mais de R$ 1,6 bilhão em demanda, reforçando sua forte presença no mercado de bancos cativos do país.

A emissão faz parte da estratégia de funding do Banco para acessar de forma recorrente o mercado de capitais. Este ano, a oferta foi dividida em duas séries: a primeira de dois anos – CDI + spread 0,90 – e a outra de três anos –CDI + spread 1,10.

O Bradesco BBI liderou a ação, em parceria com XP Investimentos e Itaú BBA. Essa captação reforça o posicionamento estratégico do Banco CNH Industrial de suportar financiamentos próprios para a compra de máquinas agrícolas e equipamentos de construção e veículos comerciais.

“A letra financeira veio para incrementar nosso pool de funding e já é parte fundamental de nossa estratégia”, aponta Heberso...


O Banco CNH Industrial concluiu, no dia 28 de abril, a sua primeira emissão de letras financeiras de 2022, no valor de R$ 600 milhões.

Apesar da volatilidade do mercado decorrente da crise provocada pela pandemia, acentuada pelo conflito militar na Ucrânia, a instituição teve mais de R$ 1,6 bilhão em demanda, reforçando sua forte presença no mercado de bancos cativos do país.

A emissão faz parte da estratégia de funding do Banco para acessar de forma recorrente o mercado de capitais. Este ano, a oferta foi dividida em duas séries: a primeira de dois anos – CDI + spread 0,90 – e a outra de três anos –CDI + spread 1,10.

O Bradesco BBI liderou a ação, em parceria com XP Investimentos e Itaú BBA. Essa captação reforça o posicionamento estratégico do Banco CNH Industrial de suportar financiamentos próprios para a compra de máquinas agrícolas e equipamentos de construção e veículos comerciais.

“A letra financeira veio para incrementar nosso pool de funding e já é parte fundamental de nossa estratégia”, aponta Heberson de Góes, presidente do Banco CNH Industrial.

“Buscávamos no mercado R$ 600 milhões e tivemos uma oferta de R$ 1,6 bilhão, demanda expressiva que demonstra a confiança depositada em nossa instituição”, diz.

O Banco CNH Industrial é um dos maiores repassadores das linhas do BNDES, mas com o crescimento na procura de financiamento com recursos próprios, ter uma tesouraria competitiva e estruturada faz a diferença.

“Desde 2018 cresceu a busca por produtos não atrelados ao BNDES e é essencial estarmos capitalizados para suportar nossas marcas em seus segmentos”, comenta Diogo Bizinelli, CFO do Banco CNH Industrial.

“Afinal, nossa missão como serviços financeiros é prover a melhor solução para o cliente que busca um produto CNH Industrial”, completa.

Historicamente, o agronegócio é o que mais trabalha com linhas subsidiadas. "Com a escassez ou ausência delas, é natural o movimento dos bancos para preencher essa lacuna”, acrescenta Alessandro Karpinski, gerente de tesouraria da instituição.