FECHAR
FECHAR
06 de agosto de 2019
Voltar

INOVAÇÃO

Grupos Kion e BMZ Holding criam joint venture para o desenvolvimento de baterias de íon-lítio

As duas empresas deterão, respectivamente, uma cota de participação de 50% na Kion Battery Systems
Fonte: Assessoria de Imprensa

O Grupo Kion, atuante no mercado de equipamentos para movimentação de materiais que necessitam de energia, anunciou uma joint venture com a BMZ Holding, sob o nome de Kion Battery Systems, para o desenvolvimento e a produção de baterias de íon-lítio.

As duas empresas deterão, respectivamente, uma cota de participação de 50% na Kion Battery Systems.

Com a união das instituições, haverá uma cobertura mais abrangente, de forma a atender à necessidade crescente de empilhadeiras e dispositivos de armazenamento com baterias de íon-lítio.

Para tanto, a BMZ —fornecedora de destaque neste tipo de bateria na Europa — está construindo, em sua sede em Karlstein am Main, localizada à 50 km a oeste de Frankfurt, na Alemanha, uma unidade de produção para a joint venture.

Em um primeiro momento, a Kion Battery Systems produzirá baterias de 48 e 80 volts para empilhadeiras de contrapeso.

Em seguida, a produção deverá ser ampliada também para baterias de 24 volts para dispositivos de armazenamento menores.

Essas baterias serão utilizadas pelas empilhadeiras e dispositivos de armazenamento Linde e Still, na região de EMEA (Europa, Oriente Médio e África).

Até 2023, cerca de 80 funcionários serão alocados na área de desenvolvimento, bem como na produção. A direção da nova empresa será assumida pelo Grupo Kion, com Carsten Harnisch, e pela BMZ, com Christian Hasenstab.