FECHAR
FECHAR
10 de março de 2020
Voltar

INOVAÇÃO

John Deere aposta em inovação e pós-venda na ConExpo em Las Vegas

Com amplo portfólio, a companhia terá um estande focado em quatro grandes áreas: pedreira e agregados, terraplanagem, escavação subterrânea e construção de estradas
Fonte: Assessoria de Imprensa

Com mais de 250 especialistas disponíveis para atender os visitantes e cinco simuladores, a John Deere reforça sua aposta em inovação e pós-venda durante a ConExpo-CON/AGG 2020, considerada a maior feira de equipamentos para o mercado de construção, realizada de 10 a 14 de março, em Las Vegas (EUA).

Com amplo portfólio, a companhia terá um estande focado em quatro grandes áreas: pedreira e agregados, terraplanagem, escavação subterrânea e construção de estradas. A equipe da John Deere para a América Latina, incluindo o Brasil, acompanhará o evento para estudar tendências e novidades para o setor.

Para Thomás Spana, gerente de vendas da divisão Construção da John Deere Brasil, o mercado brasileiro está aumentando gradativamente sua representatividade e os clientes já enxergam grande diferença em contar com tecnologia embarcada nas máquinas.

"O segmento de máquinas de construção cresce ano a ano e, já em 2018, aumentou em quase 100% as vendas com relação a 2017, a baixa histórica. A tecnologia e o serviço de pós-vendas já reconhecidos pelos nossos clientes trazem confiança para atualização de seu parque de máquinas", analisa.

Os produtos expostos...


Com mais de 250 especialistas disponíveis para atender os visitantes e cinco simuladores, a John Deere reforça sua aposta em inovação e pós-venda durante a ConExpo-CON/AGG 2020, considerada a maior feira de equipamentos para o mercado de construção, realizada de 10 a 14 de março, em Las Vegas (EUA).

Com amplo portfólio, a companhia terá um estande focado em quatro grandes áreas: pedreira e agregados, terraplanagem, escavação subterrânea e construção de estradas. A equipe da John Deere para a América Latina, incluindo o Brasil, acompanhará o evento para estudar tendências e novidades para o setor.

Para Thomás Spana, gerente de vendas da divisão Construção da John Deere Brasil, o mercado brasileiro está aumentando gradativamente sua representatividade e os clientes já enxergam grande diferença em contar com tecnologia embarcada nas máquinas.

"O segmento de máquinas de construção cresce ano a ano e, já em 2018, aumentou em quase 100% as vendas com relação a 2017, a baixa histórica. A tecnologia e o serviço de pós-vendas já reconhecidos pelos nossos clientes trazem confiança para atualização de seu parque de máquinas", analisa.

Os produtos expostos no evento, assim como os demais equipamentos John Deere, contam com o JDLink, que tem como principal objetivo o gerenciamento de frota, monitorando o consumo de combustível, as horas de funcionamento, enviando alerta das condições do equipamento, reduzindo custos e trazendo lucratividade na operação.

Também podem ser integradas ao Service Advisor Remote – ferramenta que permite ao distribuidor conectar-se à máquina para realização remota de diagnóstico e análise de dados de desempenho do equipamento.

Durante o evento, a empresa mostrará tanto os equipamentos de construção e florestal, como suas tecnologias mais recentes e as máquinas da Wirtgen – empresa adquirida pela John Deere em 2017. Serão 74 produtos entre John Deere e Wirtgen expostos no espaço.

Segundo Spana, a divisão de Construção da John Deere está presente no Brasil há nove anos.

Em 2011, a empresa investiu 180 milhões de dólares na construção de duas fábricas do segmento em Indaiatuba (SP), inauguradas em 2014, para a produção de diversos modelos de equipamentos, tais como retroescavadeiras, pás-carregadeiras, tratores de esteira e escavadeiras.

Desde então, ampliou o portfólio de equipamentos fabricados ou comercializados no Brasil, para atender a todos os perfis de clientes e programas de financiamento nacionais.