FECHAR
FECHAR
06 de fevereiro de 2019
Voltar

INOVAÇÃO

Amcel e Sintecsys atuam em prol da proteção florestal

Para a Amcel, que defende que toda a complexidade da natureza vai além de respeitar a legislação e órgãos ambientais, a Sintecsys veio agregar resultados na proteção e prevenção de incêndios em sua área.
Fonte: Assessoria de Imprensa

Pioneira em solução 100% nacional para detecção automática de focos de incêndio em florestas e plantações, a Sintecsys desenvolveu algoritmo que identifica automaticamente a fumaça, informando a coordenada do foco de incêndio em média de 5 minutos a partir do início.

A inteligência do software desenvolvido permite monitorar um raio de até 15 quilômetros de distância, o equivalente a até 70 mil hectares de área, reduzindo em até 90% as perdas ocasionadas por incêndios.

Para Fernando Silva, supervisor de colheita florestal na Amcel – Amapá Florestal e Celulose S/A, fabricante de papel e celulose, que conta com o monitoramento da Sintecsys, 2018 foi um ano muito bom no quesito detecção de incêndios.

“Ganhamos rapidez, agilidade e eficiência 24 horas. Com essa tecnologia, temos a detecção no momento que está acontecendo. Tivemos uma ocorrência à noite e se não tivéssemos com o sistema não teríamos detectado. Foi detectado à noite mesmo e imediatamente entramos em ação com 100% de sucesso”.

O especialista ressalta a visão noturna disponibilizada pela solução como um grande diferencial para a área de eucalipto.

Com cerca de 130 mil hectares disponíveis para o plantio de florestas renováveis de eucalipto somados a 180 mil hectares de reservas nativas, o projeto florestal abrange sete municípios do estado do Amapá: Santana, Macapá, Porto Grande, Ferreira Gomes, Itaubal do Piririm, Tartarugalzinho e Amapá, alvos de constantes investimentos socioambientais que refletem o compromisso da empresa com o desenvolvimento sustentável da região onde atua.

Entidade destaca a importância da detecção de incêndios

A CanaCampo, entidade que congrega 50 produtores e fornecedores de cana da usina Campo Florido (Triângulo Mineiro) aposta na implementação do sistema de detecção de incêndios da Sintecsys como aliada não apenas na prevenção das queimadas dos canaviais, mas também segurança pessoal.

“Quando se tem um incêndio, queima a cana-de-açúcar, queima tudo que está em volta, queima nossas veredas, nossas reservas, há sem dúvida, mortalidade de animais silvestres, ou seja, os prejuízos são enormes. Isso quando não pega nos próprios caminhões. Então, acreditamos que isso venha a mitigar todas ações em todos os âmbitos, tanto ambiental, como econômico”, destaca Marcos César Brunozzi, presidente da entidade.