FECHAR
FECHAR
04 de julho de 2012
Voltar
M&T Expo 2012

Inovações em tecnologia

Para uma feira que prima pela tecnologia dos produtos expostos, a M&T Expo não poderia se furtar de investir nesse quesito.

Por esse motivo, a edição de 2012 inaugurou uma nova era em feiras de grande porte no Brasil ao utilizar, pela primeira vez no país, o credenciamento eletrônico dos visitantes por chip. Com isso, foi possível acompanhar em tempo real o número exato e a localização dos visitantes que participaram do evento.

“A utilização pioneira da tecnologia RFID equiparou a M&T Expo ao que há de mais moderno e inovador em termos de tecnologia nos eventos internacionais realizados na Europa, Ásia e Estados Unidos. Além disso, a captação e transmissão de dados em tempo real elevaram, ainda mais, a qualidade da informação para o expositor, visitante e mercado em geral”, ressalta Afonso Mamede, presidente da Sobratema.

Os portais, situados em todas as entradas e saídas dos pavilhões do Centro de Exposição Imigrantes, captaram as informações dos chips das credenciais, por meio da tecnologia RFID (identificação por radiofrequência). A contagem e localização das pessoas foram exibidas em painéis eletrônicos, localizados em diversos pontos da feira. Os dados foram mostrados por meio do mapa da feira, com a quantidade de pessoas e seu posicionamento nos pavilhões cobertos e nas áreas externas.

A M&T Expo contou ainda com outras novidades na área tecnológica. A planta interativa, por exemplo, permitiu que o profissional participante do evento planejasse melhor sua visita à feira, ao montar um roteiro com os estandes que pretendia conhecer. Outra novidade para os visitantes que usam smartphones foi o aplicativo para celulares dotados de sistemas operacionais Android e iOS (Apple), que permite baixar informações da feira, tais como lista de expositores, planta e notícias, entre outros.

 


Por esse motivo, a edição de 2012 inaugurou uma nova era em feiras de grande porte no Brasil ao utilizar, pela primeira vez no país, o credenciamento eletrônico dos visitantes por chip. Com isso, foi possível acompanhar em tempo real o número exato e a localização dos visitantes que participaram do evento.

“A utilização pioneira da tecnologia RFID equiparou a M&T Expo ao que há de mais moderno e inovador em termos de tecnologia nos eventos internacionais realizados na Europa, Ásia e Estados Unidos. Além disso, a captação e transmissão de dados em tempo real elevaram, ainda mais, a qualidade da informação para o expositor, visitante e mercado em geral”, ressalta Afonso Mamede, presidente da Sobratema.

Os portais, situados em todas as entradas e saídas dos pavilhões do Centro de Exposição Imigrantes, captaram as informações dos chips das credenciais, por meio da tecnologia RFID (identificação por radiofrequência). A contagem e localização das pessoas foram exibidas em painéis eletrônicos, localizados em diversos pontos da feira. Os dados foram mostrados por meio do mapa da feira, com a quantidade de pessoas e seu posicionamento nos pavilhões cobertos e nas áreas externas.

A M&T Expo contou ainda com outras novidades na área tecnológica. A planta interativa, por exemplo, permitiu que o profissional participante do evento planejasse melhor sua visita à feira, ao montar um roteiro com os estandes que pretendia conhecer. Outra novidade para os visitantes que usam smartphones foi o aplicativo para celulares dotados de sistemas operacionais Android e iOS (Apple), que permite baixar informações da feira, tais como lista de expositores, planta e notícias, entre outros.