FECHAR
Voltar

Painel

Revista M&T Edição 154 - 03/2012

Sany adquire a Putzmeister e sinaliza uma tendência

Está aberta a temporada de aquisições e fusões para a indústria chinesa de equipamentos de construção. E o foco prioritário dessas empresas são os fabricantes europeus, fragilizados pela crise econômica no Velho Mundo e pela perda de competitividade de seus produtos. Quem inaugurou a tendência foi a Sany Heavy Industry, que adquiriu o controle acionário da alemã Putzmeister em uma transação de 500 milhões de euros.

Maior fabricante de bombas de concreto em unidades vendidas, devido à escala de consumo em seu país de origem, a Sany quer se firmar como principal competidor no segmento de máquinas para concretagem em âmbito mundial. Nesse sentido, a aquisição da companhia alemã agrega tecnologia e a respeitabilidade de uma marca consolidada internacionalmente, contribuindo para seus planos de expansão.

Fontes ligadas às empresas informaram que elas manterão suas operações separadas no Brasil, onde ambas atuam no segmento de bombas de concreto (no caso da Sany, a linha inclui ainda máquinas de terraplenagem e guindastes). O que não ficou claro é qual delas prosseguirá no projeto de instalação de fábrica no país, já que ambas vinham planejando investimentos nessa mesma direção.

Durante a transação entre a Sany e Putzmeister, circularam rumores no mercado internacional de que a XCMG, outro gigante da indústria chinesa de equipamentos para construção, estaria adquirindo um fabricante europeu de máquinas para concretagem reconhecido internacionalmente pela excelência de seus produtos. Em se confirmado a informação, o que não ocorreu até o fechamento desta edição, as companhias chinesas passariam a controlar praticamente todo esse segmento do mercado. Isso porque a Zoomlion, que completa o time das três grandes do país, já adquiriu a italiana Cifa, também especializada na produção de equipamentos para concretagem.

 

02/03/2012