FECHAR
FECHAR
Voltar

Painel

Revista M&T Edição 126 - 01/2010

Retíficas e mecânicas se preparam para testes de emissão

Com o objetivo de viabilizar o Programa para Melhoria da Manutenção de Veículos a Diesel (PMMVD), a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) assinou um protocolo de intenções com o sindicato das retíficas de motor, Sindimotor, e demais entidades representativas do setor automotivo, como o Sindirepa (oficinas mecânicas), Sitpesp (transportadoras de passageiros), Spurbanuss (transporte coletivo) e Angis (empresas de inspeção veicular).

O objetivo do acordo é capacitar o maior número possível de oficinas mecânicas, retíficas e centros automotivos para os testes de emissão de fumaça preta nos veículos movidos a diesel (caminhões, ônibus, utilitários e vans). Com o PMMVD, o governo paulista pretende monitorar as emissões de uma frota avaliada em cerca de 1,1 milhão de unidades em circulação no estado. Para isso, as mecânicas e retíficas deverão dispor de tecnologia de diagnóstico por opacímetro, equipamento que capta e analisa a fumaça emitida pelos motores, para a emissão do Relatório de Medição de Opacidade. Esse documento servirá para atestar que o motor do veículo a diesel está com regulagem adequada, eximindo seu proprietário de multa por emissão de fumaça preta, que tem o valor de R$ 951,00.