FECHAR
FECHAR
21 de abril de 2020
Voltar

INTERNACIONAL

Genie irá produzir equipamentos de proteção para a área hospitalar de Seatle

Após conhecer a necessidade de equipamentos médicos, os colaboradores da Genie passaram a trabalhar no desenvolvimento de soluções que pudessem atender aos pedidos de ajuda
Fonte: Assessoria de Imprensa

À medida que comunidades, estados e países ao redor do mundo continuam enfrentando a crise de saúde criada pela Covid-19, os equipamentos de proteção individual (EPI’s) para profissionais da área de saúde e socorristas continuam em alta demanda.

Para ajudar no atendimento dessa necessidade em sua comunidade, funcionários da Genie, uma marca Terex, com sede em Redmond, Washington, estão trabalhando em um conceito que lhes permitirá produzir equipamentos médicos para um hospital local.

O esforço começou com um design de escudo facial desenvolvido por Jim Donaldson, Gerente de Design de Engenharia da Genie, Terex Aerial Work Platforms (AWP).

“Depois de assistir a um vídeo sobre os tipos de equipamentos médicos de que nossos hospitais precisavam, pensei que poderíamos produzir protetores faciais que cobrissem as máscaras do tipo N95 (máscara descartável de proteção respiratória). Fui a uma loja e comprei esponja, cordão elástico e um pôster qualquer que veio embalado em um tubo de plástico. Cortei o tubo para fazer o escudo e prendi as esponjas e a corda elástica."

Donaldson compartilhou sua ideia com o presidente da Genie, Matt Fearon, o qual concordou que seria um conceito que valeria a pena explorar. Trabalhando com os mem...


À medida que comunidades, estados e países ao redor do mundo continuam enfrentando a crise de saúde criada pela Covid-19, os equipamentos de proteção individual (EPI’s) para profissionais da área de saúde e socorristas continuam em alta demanda.

Para ajudar no atendimento dessa necessidade em sua comunidade, funcionários da Genie, uma marca Terex, com sede em Redmond, Washington, estão trabalhando em um conceito que lhes permitirá produzir equipamentos médicos para um hospital local.

O esforço começou com um design de escudo facial desenvolvido por Jim Donaldson, Gerente de Design de Engenharia da Genie, Terex Aerial Work Platforms (AWP).

“Depois de assistir a um vídeo sobre os tipos de equipamentos médicos de que nossos hospitais precisavam, pensei que poderíamos produzir protetores faciais que cobrissem as máscaras do tipo N95 (máscara descartável de proteção respiratória). Fui a uma loja e comprei esponja, cordão elástico e um pôster qualquer que veio embalado em um tubo de plástico. Cortei o tubo para fazer o escudo e prendi as esponjas e a corda elástica."

Donaldson compartilhou sua ideia com o presidente da Genie, Matt Fearon, o qual concordou que seria um conceito que valeria a pena explorar. Trabalhando com os membros da equipe de Gerenciamento de Projetos, Engenharia e Suprimetos, o design inicial foi refinado e um antigo fornecedor, Allegis Corporation, interveio na obtenção dos materiais necessários, desenvolvendo, inclusive, uma ferramenta personalizada para eliminar a forma de escudo.

Com o design atualizado, Fearon, Donaldson e uma pequena equipe de engenheiros e gerentes de projeto se reuniram com representantes do Overlake Medical Center, localizado em Bellevue, Washington, para entenderem melhor as necessidades do hospital, feedback do design do escudo facial, bem como para saber quais outras formas a equipe da Genie poderia ajudar.

Como resultado dessa reunião e com o entendimento de que a necessidade de EPI é realmente grande e imediata, funcionários da Genie começaram a produção dos protetores faciais em Redmond, Washington, em 14 de abril.

O material que a equipe tem em mãos deve ser suficiente para a produção inicial entre 4 a 5 mil escudos faciais para o Overlake Medical Center. Uma produção maior, além dessa doação inicial, dependerá da disponibilidade de material e da necessidade.

Além dos escudos faciais, a equipe da Genie desenvolveu um processo para também fabricar máscaras faciais usando material fornecido pelo hospital com selagem quente, criando assim costuras e pregas.

“Encontrar o material para criar as abas laterais que ultrapassam os ouvidos foi realmente um desafio devido à alta demanda”, explica Roger Bowie, Gerente de Sistemas de Negócios da Terex.

"Porém a equipe pensou no problema até encontrar uma solução, identificando uma maneira de usar o material que estava prontamente disponível para fazer tiras de tecido que poderiam ser usadas para amarrar." Bowie acrescenta que iniciada a produção, a equipe pretende criar um escudo facial por minuto.

Além disso, a equipe de engenheiros da Genie vem usando recursos de impressão 3D da empresa para desenvolver algumas peças personalizadas, o que permitiu que o EPI hospitalar crítico fosse colocado em serviço rapidamente.

"Nosso pessoal estava ansioso para ajudar, a equipe de Overlake nos levou na direção da maior necessidade e, juntos, fizemos grandes coisas acontecerem", disse Fearon. “

“Nossa equipe na China enviou, por transporte aéreo, 1.000 máscaras N95 em um momento em que houve uma grave escassez de máscaras nos EUA. Estes são tempos sem precedentes e a superação dos desafios que enfrentamos local e globalmente exigirá que todos façam o que puderem para ajudar.”