FECHAR
FECHAR
29 de abril de 2019
Voltar

TENDÊNCIA

Fronius conta com tecnologias à prova d’água e de energia fotovoltaica

Uma das tecnologias que aterrissou no Brasil, trazido pela austríaca Fronius, foi o sistema Arcing, desenvolvido para realizar soldagem em frisos dos rolos de moendas das usinas de açúcar e álcool e o inversor ultramoderno ECO, pertencente à linha SnapIN
Fonte: Assessoria de Imprensa

Um dos setores que tem segurado a economia brasileira é o agronegócio, responsável por mais de 20% do PIB nacional brasileiro de acordo com a CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil.

Em recentes estudos apresentados pela própria CNA, o PIB do agro crescerá 2% e Valor Bruto da Produção (VBP) será 4,3% maior este ano.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de açúcar, café e suco de laranja, além de ser o maior exportador de soja, carne bovina e carne de frango segundo o MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

E bons ventos continuam em direção à produção de cana-de-açúcar. De acordo com pesquisas da Datagro (Consultoria Agrícola Independente) indicam que a safra 2019/2020, que já começa este mês, deve ter acréscimo de 10 milhões de toneladas a mais de cana-de-açúcar em comparação com a safra anterior.

Ainda segundo a plataforma, a moagem total aumentará 1,6% em relação ao ciclo 2018/2019, o equivalente a 632 milhões de toneladas de matéria-prima. Um bom motivo para investir em equipamentos e soluções.

Uma das tecnologias que aterrissou no Brasil, trazido pela austríaca Fronius, foi o sistema Arcing, desenvolvido para realizar soldagem em frisos dos rolos de moendas das usinas de açúcar e álcool, além de ser à prova d’água.

De acordo com Cláudio Sá, gerente da Unidade de Negócios de Soldagem da Fronius, a grande dificuldade das usinas hoje é encontrar soluções robustas que possam operar em ambientes externos e contra intempéries.

“São poucas empresas que ainda dispõem de tecnologia para enfrentar as chuvas, sem contar que há muitos equipamentos no mercado que tem danos irreparáveis quando molhados. O Arcing veio para enfrentar esta dificuldade, propiciando ao produtor mais segurança, produção e rentabilidade”, explica.

Parceria

Investir em agronegócio, é investir em sustentabilidade, rentabilidade e parcerias duradouras, comenta Sá.

E quem está provando que veio para ficar também para dar mais visibilidade ao agronegócio e a ter mais rentabilidade e redução de custos para o produtor foi o de energia fotovoltaica (energia solar). Para 2019, é esperado R$ 5,2 bilhões investidos no setor, de acordo a Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica (Absolar).

A gestão de energia elétrica, hoje, é uma questão de sobrevivência de qualquer negócio, inclusive de propriedades rurais.