FECHAR
FECHAR
05 de agosto de 2011
Voltar
M&T Peças e Serviços

Manitowoc se prepara para fabricar Guindastes no Brasil

A Manitowoc vai divulgar sua linha de guindastes, composta por equipamentos de esteira, caminhão-guindaste de lança treliçada, jibs oscilantes, acessórios Max-Er e Ringers, segundo Mauro Nunes da Silva, diretor-presidente da empresa para o Brasil. “Há outros lançamentos de novos produtos em desenvolvimento nos Estados Unidos, porém ainda não definimos como será a divulgação”, adianta. O executivo destaca que participação da unidade brasileira na M&T Peças e Serviços acontece para reforçar a marca da empresa dentro do País e na América do Sul.

A primeira fábrica da empresa, com investimentos de R$ 70 milhões, está sendo construída em Passo Fundo (RS) e deve entrar em operação em 2012. “O mercado brasileiro está em pleno crescimento e com demanda por equipamentos seguros e com tecnologia”, afirma Silva, que aponta mercados fortes nos segmentos de  construção civil, portos, mineração e vários setores industriais.

O financiamento de compra de equipamentos também é outra novidade da empresa. Para as máquinas vendidas atualmente, a Manitowoc criou a Manitowoc Finance, que opera em parceria com o banco De Lage Landen e oferece  financiamento próprio nas modalidades de leasing e crédito direto ao consumidor (CDC). Quando tiver sua fábrica brasileira ativada, a multinacional deve oferecer ainda financiamento via Finame, do BNDES.


A Manitowoc vai divulgar sua linha de guindastes, composta por equipamentos de esteira, caminhão-guindaste de lança treliçada, jibs oscilantes, acessórios Max-Er e Ringers, segundo Mauro Nunes da Silva, diretor-presidente da empresa para o Brasil. “Há outros lançamentos de novos produtos em desenvolvimento nos Estados Unidos, porém ainda não definimos como será a divulgação”, adianta. O executivo destaca que participação da unidade brasileira na M&T Peças e Serviços acontece para reforçar a marca da empresa dentro do País e na América do Sul.

A primeira fábrica da empresa, com investimentos de R$ 70 milhões, está sendo construída em Passo Fundo (RS) e deve entrar em operação em 2012. “O mercado brasileiro está em pleno crescimento e com demanda por equipamentos seguros e com tecnologia”, afirma Silva, que aponta mercados fortes nos segmentos de  construção civil, portos, mineração e vários setores industriais.

O financiamento de compra de equipamentos também é outra novidade da empresa. Para as máquinas vendidas atualmente, a Manitowoc criou a Manitowoc Finance, que opera em parceria com o banco De Lage Landen e oferece  financiamento próprio nas modalidades de leasing e crédito direto ao consumidor (CDC). Quando tiver sua fábrica brasileira ativada, a multinacional deve oferecer ainda financiamento via Finame, do BNDES.