FECHAR
FECHAR
03 de novembro de 2011
Voltar
M&T - Peças e Serviços

Expositores comemoram novos negócios

Apesar do conceito da M&T Peças e Serviços 2011 ter sido direcionado para o suporte aos usuários de equipamentos em peças de reposição e serviços de manutenção, muitos expositores também registraram a venda de produtos durante os quatro dias de feira. Fabricantes que compareceram ao evento em parceria com a rede de concessionárias conseguiram capitalizar sua participação com a venda de equipamentos.

Esse foi o caso da Caterpillar, que participou da feira com suas três distribuidoras no Brasil (Sotreq, Pesa e Marcosa) e registrou a venda de mais de 100 equipamentos, e da Sany, cujos negócios atingiram a marca de R$ 2,5 milhões em equipamentos comercializados. “A feira nos surpreendeu em termos de público e de negócios”, diz Paulo Oliveira, da Comingersoll, que vendeu 15 máquinas durante o evento.

Para Antonio Carlos Grisci, da Copex, a M&T Peças e Serviços manteve o espírito das feiras organizadas pela Sobratema, que se destacam pela presença de visitantes com alto poder de decisão nas compras. “Por esse motivo, conseguimos vender 15 equipamentos e registramos uma média diária de 400 visitantes em nosso estande.” A Gascom, por sua vez, contabilizou a venda de 10 equipamentos, entre comboios de lubrificação e caminhões-pipa, enquanto a Atlas Copco estima o fechamento de R$ 1,5 milhão em negócios gerados a partir da feira.


Apesar do conceito da M&T Peças e Serviços 2011 ter sido direcionado para o suporte aos usuários de equipamentos em peças de reposição e serviços de manutenção, muitos expositores também registraram a venda de produtos durante os quatro dias de feira. Fabricantes que compareceram ao evento em parceria com a rede de concessionárias conseguiram capitalizar sua participação com a venda de equipamentos.

Esse foi o caso da Caterpillar, que participou da feira com suas três distribuidoras no Brasil (Sotreq, Pesa e Marcosa) e registrou a venda de mais de 100 equipamentos, e da Sany, cujos negócios atingiram a marca de R$ 2,5 milhões em equipamentos comercializados. “A feira nos surpreendeu em termos de público e de negócios”, diz Paulo Oliveira, da Comingersoll, que vendeu 15 máquinas durante o evento.

Para Antonio Carlos Grisci, da Copex, a M&T Peças e Serviços manteve o espírito das feiras organizadas pela Sobratema, que se destacam pela presença de visitantes com alto poder de decisão nas compras. “Por esse motivo, conseguimos vender 15 equipamentos e registramos uma média diária de 400 visitantes em nosso estande.” A Gascom, por sua vez, contabilizou a venda de 10 equipamentos, entre comboios de lubrificação e caminhões-pipa, enquanto a Atlas Copco estima o fechamento de R$ 1,5 milhão em negócios gerados a partir da feira.