FECHAR
FECHAR
20 de dezembro de 2011
Voltar
Britagem

Furlan apresenta dois britadores para o mercado brasileiro

Por meio da sua divisão de equipamentos – que engloba máquinas para britagem, secagem, moagem e transporte de minérios em geral – a Furlan lançou um conjunto móvel de britagem e um britador cônico. Com os novos equipamentos, a empresa reforça a atuação em processamento de minérios e abre um novo nicho de atuação na construção civil: o de reciclagem de resíduos de construção.

A nova frente de negócios é proporcionada pelo lançamento do conjunto móvel de britagem sobre pneus, montado em chassi único. Ele é composto por alimentador vibratório, um britador de mandíbulas com boca de alimentação de 900 x 700 mm e peneira vibratória com possibilidade de retirada de até quatro produtos. O equipamento também possui transportadores de correia de interligação e saída, com potência total instalada de 304 CV e produção de até 190 t/h, dependendo da malha de fechamento do circuito, além de rebritador cônico e transportadores de correia de interligação e de saída com potência total de 304 cavalos.

Segundo Gilberto Sencioles, gerente comercial da Furlan, o equipamento supre a necessidade de britagem de resíduos em obras de curta duração, um setor que demanda volume cada vez maior de processamento de resíduos no próprio local da obra. “Os britadores móveis são de mobilização rápida e início imediato de produção. Por isso eles são indicados, principalmente, para obras de curta e média duração, onde o deslocamento frequente da planta de britagem é uma condição primordial para a produtividade do projeto”, diz ele.

Segundo o executivo, a demanda por reciclagem de resíduos no próprio canteiro de obras tem crescido exponencialmente, como demonstrou recente reportagem publicada na revista M&T (edição 146), na qual se identificava que somente na cidade de São Paulo os resíduos da construção representam 55% dos 17 mil kg de lixo sólido acumulados diariamente em aterros sanitários, bota-foras ou formas irregulares em várzeas, encostas e outras áreas não licenciadas pelos órgãos ambientais. “Por isso o conjunto móvel da Furlan pode ser aplicado em reciclagem de resíduos após passar por pequenas adaptações”, diz Sencioles.

O segundo lançamento da Furlan é o rebritador cônico CC-1400XP, composto de motor elétrico de 400 HP, com capacidade de produção de 470 t/h. “Esse é um equipamento voltados à produção de agregados em pedreiras, bem como a projetos de mineração, e reforça


Por meio da sua divisão de equipamentos – que engloba máquinas para britagem, secagem, moagem e transporte de minérios em geral – a Furlan lançou um conjunto móvel de britagem e um britador cônico. Com os novos equipamentos, a empresa reforça a atuação em processamento de minérios e abre um novo nicho de atuação na construção civil: o de reciclagem de resíduos de construção.

A nova frente de negócios é proporcionada pelo lançamento do conjunto móvel de britagem sobre pneus, montado em chassi único. Ele é composto por alimentador vibratório, um britador de mandíbulas com boca de alimentação de 900 x 700 mm e peneira vibratória com possibilidade de retirada de até quatro produtos. O equipamento também possui transportadores de correia de interligação e saída, com potência total instalada de 304 CV e produção de até 190 t/h, dependendo da malha de fechamento do circuito, além de rebritador cônico e transportadores de correia de interligação e de saída com potência total de 304 cavalos.

Segundo Gilberto Sencioles, gerente comercial da Furlan, o equipamento supre a necessidade de britagem de resíduos em obras de curta duração, um setor que demanda volume cada vez maior de processamento de resíduos no próprio local da obra. “Os britadores móveis são de mobilização rápida e início imediato de produção. Por isso eles são indicados, principalmente, para obras de curta e média duração, onde o deslocamento frequente da planta de britagem é uma condição primordial para a produtividade do projeto”, diz ele.

Segundo o executivo, a demanda por reciclagem de resíduos no próprio canteiro de obras tem crescido exponencialmente, como demonstrou recente reportagem publicada na revista M&T (edição 146), na qual se identificava que somente na cidade de São Paulo os resíduos da construção representam 55% dos 17 mil kg de lixo sólido acumulados diariamente em aterros sanitários, bota-foras ou formas irregulares em várzeas, encostas e outras áreas não licenciadas pelos órgãos ambientais. “Por isso o conjunto móvel da Furlan pode ser aplicado em reciclagem de resíduos após passar por pequenas adaptações”, diz Sencioles.

O segundo lançamento da Furlan é o rebritador cônico CC-1400XP, composto de motor elétrico de 400 HP, com capacidade de produção de 470 t/h. “Esse é um equipamento voltados à produção de agregados em pedreiras, bem como a projetos de mineração, e reforça a nossa linha de produtos para o setor”, finaliza o executivo.