FECHAR
FECHAR
28 de setembro de 2012
Voltar
Concrete Show

Expositores destacam investimentos

Evento reuniu 550 expositores e mais de 29 mil profissionais da cadeia produtiva do concreto e da construção civil

Realizada em São Paulo entre os dias 29 e 31 de agosto, a 6ª edição do Concrete Show South America foi marcada por uma visão otimista dos expositores, motivada principalmente pela intensificação dos incentivos do Governo federal visando ao desenvolvimento dos setores que compõem a cadeia produtiva da construção civil e infraestrutura. A sexta edição do evento reuniu 550 expositores e mais de 29 mil profissionais da cadeia produtiva do concreto e da construção civil, em um aumento de 21% em relação à edição passada, além de gerar um volume de negócios de R$ 880 milhões, segundo projeções dos organizadores.

No geral, a expectativa de que o setor terá um cenário de crescimento sustentado nos próximos anos foi estimulada por fatores como a prorrogação de validade da quarta etapa do Programa de Sustentação do Investimento (PSI4) e a redução das taxas de juros para compra de caminhões e máquinas e equipamentos via Finame (de 5,5% para 2,5%). Essas duas linhas são de 120 meses com um ano de prazo de carência, mesmo benefício válido para o BNDES Procaminhoneiro. “Estamos falando em redução de juros, o que é uma novidade importante e vai, sem dúvida, alavancar a construção civil”, frisou Richard Klemens Ströbele, diretor-superintendente da Liebherr Brasil. “Com isso, toda a cadeia, e não só a de máquinas e equipamentos, será beneficiada.”

BONS NEGÓCIOS

“Pela primeira vez, pudemos expor as cinco áreas da cadeia do concreto para as quais produzimos equipamentos”, comemorou Romano Rosa, presidente da Putzmeister no Brasil. Segundo ele, até mesmo um telebelt foi exposto, além da minibetoneira autopropelida da Intermix, marca recém-incorporada pela empresa. Já a Schwing-Stetter lançou produtos como centrais dosadoras, mastros de distribuição e bombas estacionárias, negociando mais de 60 equipamentos na feira.

CONCRETE CONGRESS

Com o objetivo de transferir tecnologia e informação, o Concrete Congress reuniu 1.500 profissionais do setor e explorou temas como industrialização da construção, sustentabilidade e capacitação profissional. Foram mais de 150 palestras simultâneas ministradas por especialistas.

“O Concrete Show propicia o encontro de atores envolvidos no setor da construção, o que é fundamental para que haja o estímulo aos procedimentos mais modernos como a aplicação de normas que promovam a sustentabilidade dos empr


Realizada em São Paulo entre os dias 29 e 31 de agosto, a 6ª edição do Concrete Show South America foi marcada por uma visão otimista dos expositores, motivada principalmente pela intensificação dos incentivos do Governo federal visando ao desenvolvimento dos setores que compõem a cadeia produtiva da construção civil e infraestrutura. A sexta edição do evento reuniu 550 expositores e mais de 29 mil profissionais da cadeia produtiva do concreto e da construção civil, em um aumento de 21% em relação à edição passada, além de gerar um volume de negócios de R$ 880 milhões, segundo projeções dos organizadores.

No geral, a expectativa de que o setor terá um cenário de crescimento sustentado nos próximos anos foi estimulada por fatores como a prorrogação de validade da quarta etapa do Programa de Sustentação do Investimento (PSI4) e a redução das taxas de juros para compra de caminhões e máquinas e equipamentos via Finame (de 5,5% para 2,5%). Essas duas linhas são de 120 meses com um ano de prazo de carência, mesmo benefício válido para o BNDES Procaminhoneiro. “Estamos falando em redução de juros, o que é uma novidade importante e vai, sem dúvida, alavancar a construção civil”, frisou Richard Klemens Ströbele, diretor-superintendente da Liebherr Brasil. “Com isso, toda a cadeia, e não só a de máquinas e equipamentos, será beneficiada.”

BONS NEGÓCIOS

“Pela primeira vez, pudemos expor as cinco áreas da cadeia do concreto para as quais produzimos equipamentos”, comemorou Romano Rosa, presidente da Putzmeister no Brasil. Segundo ele, até mesmo um telebelt foi exposto, além da minibetoneira autopropelida da Intermix, marca recém-incorporada pela empresa. Já a Schwing-Stetter lançou produtos como centrais dosadoras, mastros de distribuição e bombas estacionárias, negociando mais de 60 equipamentos na feira.

CONCRETE CONGRESS

Com o objetivo de transferir tecnologia e informação, o Concrete Congress reuniu 1.500 profissionais do setor e explorou temas como industrialização da construção, sustentabilidade e capacitação profissional. Foram mais de 150 palestras simultâneas ministradas por especialistas.

“O Concrete Show propicia o encontro de atores envolvidos no setor da construção, o que é fundamental para que haja o estímulo aos procedimentos mais modernos como a aplicação de normas que promovam a sustentabilidade dos empreendimentos”, afirmou Inês Laranjeira da Silva, superintendente da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que participou do 14° Seminário de Tecnologia de Estruturas. “Afinal, a gestão ambiental vem sendo cada vez mais presente na construção civil e nas obras de infraestrutura.”

 

Mais materias sobre esse tema