FECHAR
FECHAR
08 de junho de 2019
Voltar
Momento BW / Desenvolvimento responsável

Durante o encontro, o secretário inclusive pleiteou um espaço para a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo levar seus próprios cases de sucesso. “Temos feitos muitas ações em nossa pauta, que precisamos mostrar e falar a respeito”, acrescentou.

De acordo com Penido, uma característica importante da BW Expo é o viés de aliar a tecnologia à sustentabilidade ambiental. “Antigamente, havia uma divisão entre tecnologia e meio ambiente, pois se entendia que eram antagonistas, sendo a tecnologia potencialmente nociva ao meio ambiente por gerar impactos negativos”, ponderou. “Hoje, há uma maior conscientização de que os dois precisam trabalhar unidos, com um desenvolvimento mais sustentável da tecnologia, sem degradar ou destruir.”

O secretário ressaltou que o meio ambiente precisa ser pensado de um modo mais abrangente e inclusivo, sempre com o objetivo de melhorar a vida das pessoas. “Isso implica mais qualidade do ar, da terra e da água, o que passa por uma melhor gestão de resíduos, entre outras ações”, ressaltou. “Assim, vivemos um encontro no qual a tecnologia e meio ambiente passam a caminhar juntos.”

DISSEMINAÇÃO

Único evento multidisciplinar do mercado brasileiro direcionado exclusivamente às tecnologias voltadas para a sustentabilidade do meio ambiente, a BW Expo e Summit 2019 põe em relevo questões práticas e, ao mesmo tempo, reúne uma ampla cadeia do setor industrial e de serviços.

Nesse sentido, a multidisciplinaridade constitui um dos diferenciais mais atrativos do evento. “É importante contar com essa intercomunicação entre os setores, trocando experiências e agregando novas ideias que possam ser usadas em nossa realidade de mercado”, destacou André da Vinha Mozaner, gerente de pricing da Corpus Saneamento e Obras.

Já Rafael Nodari, consultor comercial da Anubz – empresa de desenvolvimento de tecnologias verdes e gestão de ativos ambientais – comentou que há temas relacionados à sustentabilidade ambiental que ainda não são tão conhecidos no Brasil, como o marketing verde, por exemplo, que preconiza a criação e disseminação de produtos que tragam benefícios ambientais. “Nesse aspecto, o evento reúne diferentes players e formadores de opinião que podem levar esses conceitos para todo o país”, finalizou.