FECHAR
FECHAR
08 de dezembro de 2011
Voltar
Energia

Alstom produz aerogeradores 25% mais rentáveis

O grupo francês deve comercializar turbinas eólicas onshore de 2,7 megawatt para regiões com baixos índices de ventos. O novo modelo, batizado de ECO 122, segue a plataforma ECO 100 da empresa e promete um aumento de até 25% na produção de energia elétrica. Em nota, o vice-presidente sênior da Alstom Wind, Alfonso Faubel, avalia que “as pás longas capturam a energia de forma mais eficiente, com uma área de varredura cerca de 20% maior do que a das máquinas convencionais”. A empresa também afirma que um complexo eólico projetado com a ECO 122 pode reduzir os custos de balanceamento da planta entre 10 e 15%. Segundo a fabricante, isso ocorre em razão da eficiência do novo modelo que, em função da produção de mais energia em relação aos aerogeradores convencionais, pode reduzir o número de torres instaladas no empreendimento. Isso resulta em menor necessidade de terreno, menor terraplanagem e, consequentemente, menores custos de obra. A Alstom revela que primeira ECO 122 será instalada em meados de 2012.

 


O grupo francês deve comercializar turbinas eólicas onshore de 2,7 megawatt para regiões com baixos índices de ventos. O novo modelo, batizado de ECO 122, segue a plataforma ECO 100 da empresa e promete um aumento de até 25% na produção de energia elétrica. Em nota, o vice-presidente sênior da Alstom Wind, Alfonso Faubel, avalia que “as pás longas capturam a energia de forma mais eficiente, com uma área de varredura cerca de 20% maior do que a das máquinas convencionais”. A empresa também afirma que um complexo eólico projetado com a ECO 122 pode reduzir os custos de balanceamento da planta entre 10 e 15%. Segundo a fabricante, isso ocorre em razão da eficiência do novo modelo que, em função da produção de mais energia em relação aos aerogeradores convencionais, pode reduzir o número de torres instaladas no empreendimento. Isso resulta em menor necessidade de terreno, menor terraplanagem e, consequentemente, menores custos de obra. A Alstom revela que primeira ECO 122 será instalada em meados de 2012.