FECHAR
11 de junho de 2019
Voltar

EMPRESAS

Randon instala unidade de reposição de peças no Espírito Santo

Voltada a peças para equipamentos de transporte de carga, esta iniciativa dá continuidade ao projeto de expansão da empresa
Fonte: Assessoria de imprensa

Menos de um ano após anunciar seu interesse em se instalar em Linhares, no Espírito Santo, a Randon Implementos inaugurou na cidade, na semana passada, a Unidade de Reposição Linhares.

Voltada a peças para equipamentos de transporte de carga, esta iniciativa dá continuidade ao projeto de expansão da empresa.

O empreendimento inicia com uma base para ampliar o suporte à rede de distribuidores no Brasil e exterior e capacidade de absorver futuras ampliações.

Além de autoridades estaduais e municipais, como o prefeito Guerino Zanon, o evento de inauguração contou com a presença do presidente das Empresas Randon, Daniel Randon, do COO da Divisão Montadora, Alexandre Gazzi, do diretor comercial de Vendas Nacionais, Wilson Ferri e do diretor responsável pelos negócios de reposição, Eduardo Dalla Nora.

“A realização deste projeto reflete a confiança das Empresas Randon no Brasil que responde aos estímulos do crescimento e que deverá crescer ainda mais com a aprovação das necessárias reformas”, afirma o presidente Daniel Randon.

“Ao nos instalarmos em Linhares, fortalecendo o parque local, estaremos atraindo outras iniciativas empresariais de fornecedores, prestadores de serviços e da própria Rede de Distribuidores Randon, o que torna o projeto ainda mais relevante para o pronto atendimento do mercado e para o crescimento conjunto da Companhia”, comenta Alexandre Gazzi, COO da Divisão Montadora das Empresas Randon.

O empreendimento

Com uma área total de 20 mil m², a Unidade de Reposição Linhares conta com 8 mil m² de área construída, 8 mil posições de pallets e capacidade para armazenar até 2.000 diferentes itens em peças de reposição.

Segundo Eduardo Dalla Nora, diretor responsável pelos negócios de reposição da Randon Implementos, o investimento, de R$ 20 milhões aplicado em infraestrutura e estoque, já gerou 10 empregos diretos e outros 20 indiretos em áreas como segurança, alimentação e logística.