FECHAR
FECHAR
07 de novembro de 2018
Voltar

Empresas

Drives reduzem emissões de diesel em porto no Brasil

Primeiro aplicado no mercado brasileiro, conversor de rede permite que navios desliguem seus geradores durante a pausa no porto
Fonte: Assessoria de Imprensa

Quando um navio é ancorado, ele geralmente usa seus geradores a diesel para obter eletricidade para os suprimentos a bordo.

No entanto, no Porto de Itajaí, as embarcações agora podem desligar os geradores enquanto estão ancoradas no porto, reduzindo as emissões dos gases poluentes NOx, SOx e CO2.

A Danfoss recentemente ajudou a instalar o chamado conversor de shore – um contêiner com o conversor de frequência incorporado VACON® NXC, que muda a frequência e a tensão da rede de 440V/60Hz para 415V/50Hz e sincroniza com a rede do navio.

Assim, o drive converte eletricidade do porto para a tensão do navio. Tais soluções de conversão de rede para fornecimento do porto foram instaladas em dezenas de portos na Europa, onde a legislação em matéria de emissões está se tornando muito rigorosa.

O cliente da Danfoss é a Companhia Brasileira de Offshore (CBO), empresa de transporte marítimo que tem uma frota de 33 embarcações em operação e outros quatro navios em construção.

“A solução do conversor de rede foi introduzida no cliente e eles reconheceram os benefícios. Dois dos seus navios foram ancorados por um longo período e, à medida que os navios eram fabricados no exterior, seus equipamentos elétricos na instalação funcionavam de maneira diferente da rede do porto. Portanto, as embarcações estavam funcionando com um gerador a diesel 24/7. Oferecemos grandes economias em custos de combustível e aluguel de geradores, sem mencionar as emissões de gases”, comenta Celso Faria, executivo de contas da Danfoss.

A solução tem um payback inferior a um ano e Faria espera que o uso da tecnologia seja ampliado no mercado latino.

“Alguns concorrentes oferecem uma solução semelhante, mas o maior desafio foi que esta aplicada na CBO não é conhecida em nosso mercado. Agora, esperamos que nossa solução incentive novas tendências no mercado brasileiro, já que esta é a primeira instalação na América Latina no segmento Marítimo e Offshore.”

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral