FECHAR
FECHAR
20 de junho de 2018
Voltar

Técnicas

Software da Trimble foi usado na construção de estádios da Copa 2018

Oito dos doze estádios do evento esportivo mais importante do ano foram planejados e executados com o software da Trimble
Fonte: Assessoria de Imprensa

O Tekla Structures, ferramenta avançada da Trimble de Building Information Modeling (BIM), foi utilizado na construção de oito dos doze estádios construídos para o Mundial na Rússia.

O Estádio Spartak de Moscou, por exemplo, tem capacidade para receber 45 mil espectadores durante os jogos.

Tubos mais grossos foram usados na construção, o que reduziu o consumo de metal em 1,3 (vezes) – como resultado, o telhado pesa cerca de 8.500 toneladas a menos que um convencional.

“Com os arquivos de modelo 3D do Tekla usados junto da produção automatizada, o projeto foi bem executado desde a fase do planejamento até a fabricação”, afirma a empresa.

O Estádio de São Petersburgo, projetado pelo arquiteto Kisho Kurokawa, pode receber até 67 mil espectadores em cada uma das sete partidas que sediará. Suas características estruturais incluem uma saída de campo e um teto retrátil de 286 metros de largura. Após dez anos de construção, o projeto foi adquirido pela Kurganstalmost.

De acordo com Kurganstalmost, quando passaram a adotar o Tekla Structures, a empresa identificou colisões em potencial e evitou trabalho desnecessário no canteiro de obras, resultando em rápida conformidade com os requisitos exigidos.

A Arena Mordovia, de formato oval, localizada em Saransk, receberá quatro partidas e terá capacidade para 44 mil espectadores.

A base do estádio é composta por 88 consoles interligados, 40 metros de altura e um vão de 49 metros.

Belenergomash, fabricante de aço da Arena Mordovia, também produziu estruturas metálicas complexas de 60 metros, com uma precisão de até 10 mm e um grande número de juntas soldadas.

Com a tecnologia BIM, os especialistas da Belenergomash puderam agilizar seu fluxo de trabalho e garantir comunicação produtiva entre diferentes divisões.

A Arena Volgograd, que sediará quatro jogos e tem capacidade para 45 mil pessoas, conta com um telhado exclusivo e uma fachada com tema de vime.

A complexidade técnica do estádio exigiu que o fornecimento e a construção funcionassem em sintonia para garantir a precisão ideal tanto na fabricação quanto na montagem.

Para administrar essa tarefa complexa, era necessário o equipamento técnico certo. A tecnologia BIM da Tekla integrou todas as informações disponíveis sobre a construção da instalação em um modelo 3D repleto de informações.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral