FECHAR
FECHAR
17 de novembro de 2020
Voltar

XCMG Bank conclui negociação para financiamento no valor de R$ 19MM

Crédito foi concedido para compra de 50 escavadeiras XCMG pela Zocar Rio
Fonte: Assessoria de Imprensa

O XCMG Bank acaba de concluir negociação para o financiamento de 50 escavadeiras XE215BR, no valor de R$ 19MM.

A operação impacta fortemente a carteira da instituição, que iniciou suas atividades no último mês de julho e, até o início de novembro, somava 13MM em operações de crédito.

Com isso, o banco mantém sua meta de fechar o ano com uma carteira de aproximadamente R$ 55 MM.

Produzidas pela XCMG Indústria, as máquinas foram compradas pela Zocar Rio Caminhões Ltda., referência no segmento de locação de caminhões e equipamentos pesados. A entrega será feita de forma escalonada, até o final do ano. A primeira remessa das máquinas foi entregue no dia 12/11.

Para o vice-presidente do XCMG Bank, Roberto Pontes, o banco vem se firmando como parceiro e braço financeiro da indústria, atuando em alta sinergia para oferecer produtos customizados, com taxas mais competitivas, proporcionando crescimento no volume de vendas e maior fidelização dos clientes.

“Fechar uma negociação como essa é super gratificante, sinal da confiança dos clientes quanto ao trabalho que estamos realizando e de que estamos no caminho certo”, enfatiza.

Segundo ele, o leque de produtos e serviços disponibilizados...


O XCMG Bank acaba de concluir negociação para o financiamento de 50 escavadeiras XE215BR, no valor de R$ 19MM.

A operação impacta fortemente a carteira da instituição, que iniciou suas atividades no último mês de julho e, até o início de novembro, somava 13MM em operações de crédito.

Com isso, o banco mantém sua meta de fechar o ano com uma carteira de aproximadamente R$ 55 MM.

Produzidas pela XCMG Indústria, as máquinas foram compradas pela Zocar Rio Caminhões Ltda., referência no segmento de locação de caminhões e equipamentos pesados. A entrega será feita de forma escalonada, até o final do ano. A primeira remessa das máquinas foi entregue no dia 12/11.

Para o vice-presidente do XCMG Bank, Roberto Pontes, o banco vem se firmando como parceiro e braço financeiro da indústria, atuando em alta sinergia para oferecer produtos customizados, com taxas mais competitivas, proporcionando crescimento no volume de vendas e maior fidelização dos clientes.

“Fechar uma negociação como essa é super gratificante, sinal da confiança dos clientes quanto ao trabalho que estamos realizando e de que estamos no caminho certo”, enfatiza.

Segundo ele, o leque de produtos e serviços disponibilizados pelo banco vem se ampliando de forma a atender às demandas dos clientes, tais como, Floor Plan, operações de Câmbio, Hedge e BNDES.

A diretora executiva de Operações do XCMG Bank, Magda Burgarelli, avalia que construir uma carteira com clientes como a Zocar Rio, que tem excelente perfil e histórico financeiro no mercado, é extremamente positivo.

“Foi uma negociação ganha-ganha, na qual o banco desempenhou seu papel, oferecendo as condições necessárias para a aquisição das máquinas e contribuindo para alavancar os negócios da indústria”.

O XCMG Bank, primeiro banco da indústria chinesa no Brasil, integrante do Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), começou a operar em 1º de julho.

Com capital inicial de R$ 100 MM, trata-se da primeira instituição financeira com capital 100% estrangeiro a obter autorização de funcionamento e operação junto ao Banco Central (BC). Sediado em Pouso Alegre, no Sul de Minas, o banco conta também com escritório em São Paulo.

O objetivo inicial do XCMG Bank, afirma Pontes, é apoiar os negócios do próprio grupo no Brasil e também ampliar o leque de serviços para empresas chinesas do ramo industrial em operação na América Latina.

Entre os produtos financeiros já ofertados aos clientes do grupo, revendedores e a indústria de modo geral estão CDC, Capital de Giro, Antecipação de Recebíveis, Produtos de Tesouraria e Investimentos (CDB) e linhas de crédito do Financiamento de Máquinas e Equipamentos (Finame).

A expectativa é de movimentar R$ 300 MM em operações de crédito até o final de 2021, com meta de atingir o break even point em dois anos.