FECHAR
01 de abril de 2019
Voltar

EMPRESAS

Vendas da Danfoss cresceram 7% em 2018

Para 2019, a Danfoss espera expandir ou manter sua participação de mercado, enquanto aumenta a rentabilidade medida como margem em comparação com o nível de 2018, após investimentos contínuos em digitalização e eletrificação
Fonte: Assessoria de Imprensa

Em 2018, as vendas do grupo Danfoss cresceram 271 milhões de euros, somando mais de 6 bilhões de euros – um crescimento de 7% em moeda local.

O crescimento foi forte nos principais mercados da América do Norte, Europa e China e levou a resultados financeiros robustos com lucro (Ebit) de 648 milhões de euros, resultando em uma margem Ebit de 10,6%.

O lucro líquido cresceu 18 milhões de euros, totalizando 463 milhões de euros. A unidade de negócios Danfoss Power Solutions, em particular, apresentou um ano muito forte.

“Pelo segundo ano consecutivo, a Danfoss tem visto um forte crescimento. Continuamos a ganhar participação de mercado, pois estamos colhendo os frutos de nosso trabalho direcionado com iniciativas estratégicas de crescimento e aumento de investimentos em tecnologias”, afirma Kim Fausing, presidente e CEO.

“Além disso, nossas soluções são relevantes para várias megatendências globais, como o aumento da eletrificação, a urbanização e a solução dos desafios das mudanças climáticas. Essas tendências impulsionam uma demanda crescente por soluções mais inteligentes e sustentáveis”, afirma.

Investimentos significativos em novas tecnologias

A Danfoss continuou a apostar significativamente em iniciativas de crescimento e digitalização para promover suas soluções inteligentes e conectadas.


Em 2018, as vendas do grupo Danfoss cresceram 271 milhões de euros, somando mais de 6 bilhões de euros – um crescimento de 7% em moeda local.

O crescimento foi forte nos principais mercados da América do Norte, Europa e China e levou a resultados financeiros robustos com lucro (Ebit) de 648 milhões de euros, resultando em uma margem Ebit de 10,6%.

O lucro líquido cresceu 18 milhões de euros, totalizando 463 milhões de euros. A unidade de negócios Danfoss Power Solutions, em particular, apresentou um ano muito forte.

“Pelo segundo ano consecutivo, a Danfoss tem visto um forte crescimento. Continuamos a ganhar participação de mercado, pois estamos colhendo os frutos de nosso trabalho direcionado com iniciativas estratégicas de crescimento e aumento de investimentos em tecnologias”, afirma Kim Fausing, presidente e CEO.

“Além disso, nossas soluções são relevantes para várias megatendências globais, como o aumento da eletrificação, a urbanização e a solução dos desafios das mudanças climáticas. Essas tendências impulsionam uma demanda crescente por soluções mais inteligentes e sustentáveis”, afirma.

Investimentos significativos em novas tecnologias

A Danfoss continuou a apostar significativamente em iniciativas de crescimento e digitalização para promover suas soluções inteligentes e conectadas.

Em 2018, a Danfoss investiu em inovação um recorde de 255 milhões de euros, equivalente a 4,2% das vendas.

Durante o ano, a Danfoss também anunciou seis aquisições, que contribuirão para o fortalecimento dos principais negócios da empresa, ofertas digitais e soluções para eletrificação.

“Estamos investindo para oferecer soluções inovadoras e competitivas que atendam às necessidades de nossos clientes. Atualmente, vemos uma clara atração por soluções para reduzir o consumo de energia e as emissões, além de garantir ganhos de eficiência e produtividade. Isso está impulsionando a eletrificação para permitir que veículos fora de estrada, embarcações e carros sejam híbridos ou elétricos e o uso generalizado da tecnologia digital para tornar a infraestrutura e os edifícios mais inteligentes e eficientes”, comenta Fausing.

Ele acrescenta que o foco na implementação do Acordo de Paris e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU está aumentando.

“Isso se encaixa bem em nosso contexto de negócios, já que temos uma ampla gama de soluções com um payback curto, o que faz dele um bom negócio para todos. E, claro, também tomamos nosso próprio remédio e, por mais de dez anos, reduzimos nossa pegada de CO2 e utilizamos mais eficientemente a energia em nossas fábricas”, conclui o executivo.

Para 2019, a Danfoss espera expandir ou manter sua participação de mercado, enquanto aumenta a rentabilidade medida como margem em comparação com o nível de 2018, após investimentos contínuos em digitalização e eletrificação.