FECHAR
FECHAR
25 de março de 2019
Voltar

EMPRESAS

Sandvik Coromant inaugura Centro Tecnológico e nova sede em Jundiaí

O complexo da multinacional será referência para novas instalações, e pode oferecer treinamento local e on-line, para diversas partes do mundo
Fonte: Assessoria de Imprensa

Com a presença de executivos globais da companhia, a Sandvik Coromant recebeu clientes, parceiros e a imprensa em sua nova sede e centro tecnológico no Brasil, o Sandvik Coromant Center. O encontro foi na cidade de Jundiaí (SP).

A mudança transfere a sede da companhia do bairro de Santo Amaro, na capital paulista, para o interior do estado. A inauguração foi realizada no último dia 20.

A empresa que fabrica e comercializa ferramentas de corte e soluções de usinagem,  deve agora aproveitar a nova localização, também, por seu caráter de hub tecnológico que agrega diversas companhias de alta tecnologia. Também foi atraente a proximidade com o aeroporto de Viracopos, Campinas e com o Porto de Santos.

“Por muitos anos, utilizamos nosso centro de treinamento do prédio antigo, na capital. Sabemos que muitas pessoas formadas na indústria passaram pelo treinamento da Sandvik. E essa é a essência da empresa, transmitir conhecimento”, comenta Cláudio Camacho, vice-presidente de Vendas da Sandvik Coromant para América do Sul e Central.

“Nos últimos cinco anos, mais de 20 mil pessoas foram treinadas pela Sandvik Coromant. Apenas em nossas instalações anteriores, foram cerca de 5 mil”, comenta.

Segundo o executivo, agora o espaço localizado em Jundiaí caminha para um novo patamar tecnológico, que tem como objetivo de treinar 3 mil pessoas por ano.

“Dentre os 19 centros de treinamento que possuímos no mundo, nenhum é tão avançado como este”, afirma Nadine Crauwels, presidente global da Sandvik Coromant

“Ele é um hub de conhecimento para o Brasil. Por isso, vamos reunir as mentes mais brilhantes de diversas indústrias para moldar o futuro. Este lugar é para todos que têm um forte interesse em novas tecnologias, novas ferramentas, e no futuro da manufatura global”, complementa Nadine.

Este Sandvik Coromant Center não é apenas um local físico para conhecer e interagir, é também um centro digital, comenta a executiva.

No local, a empresa conta com recursos para fazer transmissões e se conectar a outros Sandvik Coromant Centers em todo o mundo, além de realizar sessões de usinagem digital ao vivo.

“E se pensarmos nele como um centro digital, não se trata apenas de conectar máquinas aqui com o mundo. Conectamos experts de diversos países, e não estamos falando apenas de ferramentas, mas de todas elas combinadas em aplicações e com conhecimentos diferentes: robôs, software, ferramentas, tudo isso para ganhar produtividade.”