FECHAR
FECHAR
12 de dezembro de 2018
Voltar

Comércio Exterior

Rodada de Negócios pode representar US$ 4 milhões em exportações

Evento promovido em Florianópolis pela Anfir e Apex-Brasil trouxe 19 importadores latino-americanos para dois dias de reuniões de negócios com 15 empresas do setor produtor de implementos rodoviários
Fonte: Assessoria de Imprensa

A 3ª Rodada de Negócios Internacionais realizada em Florianópolis, nos dias 27 e 28 de novembro, poderá representar US$ 4 milhões em exportações.

Esse foi o balanço dos dois dias de reuniões de trabalho entre 19 companhias importadoras latino-americanas e 15 empresas associadas à Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir).

O encontro foi uma iniciativa conjunta da entidade que representa a indústria de implementos rodoviários e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A ação integra o Programa de Internacionalização da Indústria de Implementos Rodoviários (MoveBrazil) criado em conjunto pelas duas entidades.

No Rodada de Negócios, os convidados assistiram a palestra da chefe de Gabinete do presidente da Câmara de Comércio Exterior da FIESC-Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina, Maria Teresa Bustamante. Ela apresentou as potencialidades do estado durante a solenidade de abertura do evento.

Os importadores atuam nos mercados da Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Peru, República Dominicana e Uruguai.

“A Rodada de Negócios é um instrumento importante de aproximação de compradores e vendedores, criando o ambiente ideal para realização de negócios”, avalia Mario Rinaldi, diretor Executivo da Anfir.

As empresas associadas à Anfir que participaram foram Al-Ko Brasil, Frigo King, Grimaldi, HC Hornburg, Ibiporã, Kroville, Librelato, Metalesp, MGN Indústria Metalúrgica, Morumbi Industrial, Randon, Rodofrio, Sergomel, Thermo Star Equipamentos e Truckvan.

O programa de apoio a exportação está entrando em seu terceiro ano e já contribui para a expansão dos negócios do setor. De janeiro a setembro foram vendidos ao exterior 2.715 Reboques e Semirreboques, um volume 1,31% acima do mesmo período de 2017.

“O programa de exportação é uma ferramenta importante na consolidação da exportação como uma frente importante de negócios para as empresas”, conclui Rinaldi.

O Programa de Internacionalização da Indústria de Implementos Rodoviários (MoveBrazil) atua junto às empresas do setor de implementos rodoviários no desenvolvimento de estratégias para conquistar o mercado global.

Em três anos de atuação tem dado suporte a 50 empresas inscritas no programa a entrar na trilha da exportação, realizando aproximadamente US$ 69,2 milhões em negócios.