FECHAR
25 de junho de 2019
Voltar

RESULTADOS

Retrak ultrapassa barreira de 3.000 máquinas

Ao completar 26 anos de mercado, Retrak destaca-se como referência no segmento de locação. Máquinas da marca Linde marcam presença da empresa no segmento Premium
Fonte: Assessoria de Imprensa

Especializada em prover, por meio da locação ou venda, equipamentos e sistemas de movimentação de materiais, a Retrak Empilhadeiras anuncia a chegada aos 3.000 ativos fixos entre máquinas elétricas e a combustão, transpaleteiras, empilhadeiras trilaterais e selecionadoras de pedidos.

Soma-se a esse número um grupo de mais de 4.000 baterias tracionárias, 2.500 carregadores de baterias e uma linha própria de acessórios, uma conquista que acontece em meio à comemoração de seus 26 anos de atuação no mercado nacional.

Retrak

O crescimento sustentável da frota tem como base ações que a Retrak vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos para ter um pós-venda de excelência, investindo na substituição de máquinas e na criação de soluções para incrementar a segurança operacional dos equipamentos.

Outro impulsionador tem sido a evolução natural do mercado: clientes cada vez mais exigentes, operações logísticas mais críticas, e a procura por prestadores de serviço de alta confiabilidade.

“Além de investir na renovação da frota, gerenciamos as operações para que os equipamentos tenham disponibilidade de no mínimo 95%”, destaca Fábio Pedrão, diretor executivo da Retrak.

O executivo analisa que ultrapassar a barreira dos 3.000 ativos fixos é uma marca importante, pois a Retrak está entre os cinco maiores players do segmento de locação no Brasil e ter a frota equipada proporciona maior segurança e estrutura para atender com solidez.

“Temos rápido tempo de resposta para as demandas, especialistas são treinados pelo fabricante dos equipamentos para oferecer manutenção e estoque de peças permanente”.

Outro campo em que a Retrak se concentrou foi a inovação, investindo na pesquisa de soluções que lhe trouxessem diferenciais frente ao mercado.

“Motivados pela importância do investimento em baterias no custo total da locação, procuramos no mercado internacional tecnologias aplicáveis a estes componentes”, conta Pedrão. “Unindo nossa equipe de técnicos e fazendo parcerias, desenvolvemos soluções que o mercado não conhecia ou não percebia como vantajosas e avançamos em competitividade”.