FECHAR
FECHAR
05 de setembro de 2018
Voltar

Empresas

New Holland apresenta trator para segmentos especiais

Lançamento da marca no Brasil, trator da New Holland pode alcançar a largura total mínima de 1,06 m, com motor turbinado e transmissão 28x16, características indicadas para segmentos como vitivinicultura, cafeicultura, fruticultura e criações de aves e su
Fonte: Assessoria de Imprensa

A New Holland Agriculture especializada na comercialização e na produção de tratores de categoria “Specialty” (para segmentos especiais), lança no mercado nacional o trator T4, durante a 41ª Expointer, que aconteceu entre os dias 25 de agosto e 02 de setembro.

Segundo a empresa, os tratores dessa categoria visa atender as demandas de produtores rurais cada vez mais exigentes e que necessitam de tratores com maior nível de tecnologia no que se refere a motores, transmissões e sistemas hidráulicos e que, ao mesmo tempo, possuam dimensões reduzidas que os permitam trabalhar em lavouras também mais adensadas.

Os tratores T4 são diferenciados por apresentarem largura total mínima e altura máxima reduzidas. Essas características são fundamentais e necessárias para otimizar o trabalho do agricultor que cultiva uva, café, frutas em geral ou mesmo o criador de aves e suínos nas granjas e barracões.

A linha T4 é formada por três famílias: V (vinhedo), F (fruteiro) e N (estreito). A principal diferença entre elas é a largura total mínima, sendo V, superestreito, indicada para vinícolas, com 1,06 m; N com 1,23 m; e F, 1,47 m.

De acordo com Saulo Silva, gerente de marketing de produto de tratores da New Holland Agriculture, a mesma versatilidade pode também ser vista na altura máxima.

No trator cabinado de 88 cv, por exemplo, ela chega a 2,17 m. Enquanto isso, na versão plataformada com o rops (arco de proteção) rebatido na posição horizontal, a altura máxima do solo ao ponto mais alto da estrutura do trator chega à apenas 1,30 m, possibilitando dessa forma o seu trabalho em culturas de baixa estatura.

“Cada vez mais, o adensamento das culturas, ou seja, as culturas serem plantadas em uma menor distância entre linhas, é uma realidade, já que o agricultor busca maiores patamares de produção e quantidade de plantas em uma área específica. Essa é uma tendência irreversível. Por isso, a necessidade no mercado de tratores cada vez mais estreitos”, explica.

Opcionais

Para trazer ao produtor brasileiro maior versatilidade e desempenho operacional em trabalho de campo, afirma Silva, o T4 possui, como opcional, o sistema frontal de PTO e hidráulico de três pontos.

Assim, o trator trabalha com dois implementos de forma simultânea, e o agricultor consegue aproveitar janelas de tempo mais curtas para realizar as operações. Outro benefício direto é o menor consumo de combustível operacional por hectare, explica o gerente da marca.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral