FECHAR
25 de June de 2014
Voltar

Artigos #

M&T Peças e Serviços ressalta a importância do pós-venda

A feira teve como destaque o Salão da Tecnologia, que apresentou as inovações utilizadas no dia a dia de uma obra
Fonte: Assessoria de Imprensa

A M&T Peças e Serviços – 2ª Feira e Congresso de Tecnologia e Gestão de Equipamentos para Construção e Mineração, realizada de 3 a 6 de junho, no Centro de Exposições Imigrantes, colocou em evidência a importância do pós-venda de serviços, peças  e componentes e,  a  tecnologia e gestão  de equipamentos para incrementar a produtividade na construção e mineração brasileiras.

Com a participação de 239 expositores nacionais e internacionais, vindos de 12 países – Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, China, Coreia do Sul, Cuba, Estados Unidos, Índia, Itália, Japão e Reino Unido, representando 266 marcas, a feira destacou os investimentos realizados pelos fabricantes de equipamentos e fornecedores de peças e componentes para garantir um atendimento eficiente e rápido, além do desenvolvimento de novas soluções ainda mais completas de gerenciamento- e monitoramento de frotas.

“A realização da M&T Peças e Serviços está alinhada com o momento vivido pela construção e mineração brasileiras, no qual uma das principais preocupações é manter os equipamentos funcionando com eficiência, uma vez que máquina parada representa prejuízo e atrasos”, explica Afonso Mamede, presidente da Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, idealizadora, organizadora e promotora da feira.

Nesse sentido, a M&T Peças e Serviços inovou e criou o Salão de Tecnologia de Equipamentos de Construção e Mineração, que comprovou o avançado nível de inovação utilizado por construtoras brasileiras no cotidiano de uma obra e o desenvolvimento tecnológico de fabricantes e fornecedores para o aprimoramento e criação de novos produtos, com reais ganhos de produtividade.

Entre os participantes estavam a Escad Rental, as construtoras CR Almeida, Galvão Engenharia e Odebrecht Infraestrutura, com seus respectivos parceiros, e as empresas Argos Guindastes, Beka-Lube, Bomag Marini, DN4 Tecnologia, Leica Geosystems, Novak & Gouveia, OilCheck, Real Bombas e Totvs.

De acordo com Mamede, o Salão da Tecnologia tornou-se, ainda, uma vitrine para inovação no segmento de equipamentos para construção mineração. “Ao mesmo tempo, foi uma oportunidade de demonstrar uma experiência diferenciada ao visitante e de salientar o que o segmento vem fazendo para melhorar em diversos aspectos o custo-benefício para o usuário do equipamento”, analisa.

 

 

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral