FECHAR
06 de September de 2016
Voltar

Sustentabilidade #

Mercado de reciclagem atual exige equipamentos menores e mais flexíveis

Nova linha de prensas tesoura e enfardadeiras e soluções para radioproteção da Metso fazem parte do portfólio da empresa
Fonte: Assessoria de Imprensa

Em função da participação da empresa no ramo de reciclagem de aço, a Metso apresenta dois lançamentos para o segmento, uma linha completa de prensas com maior flexibilidade de operação, e a introdução de soluções inovadoras de radioproteção da RadComm, sua parceira internacional nessa área.

Ambas as novidades serão apresentadas durante a Exposucata 2016, que acontece na capital paulista entre os dias 13 e 15 de setembro, a começar pelos quatro novos produtos da série N.

Recém-lançadas, as prensas tesoura inclinadas (NIS), prensas tesoura de tampa e asa semimóveis (NCS), prensas enfardadeiras (NLB) e prensas enfardadeiras de tripla compactação (NTB) foram desenvolvidas para atender a necessidade do mercado por equipamentos mais versáteis e de menor escala.

Segundo Karl Abude Scheidl, gerente de vendas da linha de negócios de Reciclagem da empresa, os equipamentos oferecem custo-benefício atraente aos clientes.

“Um bom exemplo é a série NIS, que, além de contar com um investimento mais baixo, possui um custo de manutenção até 30% menor em relação às prensas tradicionais, devido ao seu conceito de alimentação”, explica.

Com capacidade de força de corte de 600 a 1250 toneladas, as prensas tesoura inclinadas aceitam materiais de diversos tipos e comprimentos, alcançando capacidades de até 50 toneladas por hora.

O especialista ressalta que o portfólio completo da série N é coberto pela rede de serviços mundiais da Metso, que inclui assistência dentro da planta do cliente, tanto para instalação, treinamento ou manutenção. “Outro diferencial é que os equipamentos podem ser acessados remotamente, por meio de sistema de controle via PLC, otimizando ainda mais o atendimento”, conclui Scheidl.

Pensando em garantir maior segurança às operações de reciclagem, a Metso também apresenta um portfólio de tecnologias para radioproteção.

A empresa, que é parceira exclusiva da canadense RadComm Systems, oferece um pacote de soluções que inclui desde equipamentos portáteis e portais de detecção para veículos até aparelhos para análise laboratorial de amostras de escória e aço.

Atualmente, já são mais de 60 equipamentos da RadComm instalados no país, tanto em fontes geradoras de sucata, quanto em pátios e indústria siderúrgica.

“A radiação presente nas sucatas metálicas pode causar sérios danos à saúde de operadores, ao meio ambiente e à operação dos clientes. Para evitar a recorrência de acidentes, reforçaremos a importância dessas soluções junto aos visitantes da Exposucata”, finaliza.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral