FECHAR
21 de March de 2018
Voltar

Legislação #

Lei da Terceirização traz benefícios para empresas do setor da construção

Workshop Revista M&T discutirá como a terceirização pode trazer mais produtividade, qualidade e redução de custos para os fabricantes e distribuidores de equipamentos
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Lei da Terceirização (13.429/2017) traz benefícios para todas as empresas que possuem capital humano intensivo, como é o caso do setor da construção.

Essa é a avaliação do empresário Felipe Cavalieri, presidente da BMC-Hyundai, que vai participar do Workshop 2018, tradicional evento da Sobratema promovido pela Revista M&T. Neste ano, o evento ocorre no dia 5 de abril.

Segundo Cavalieri, a terceirização em seus serviços de pós-venda trouxe uma série de benefícios, como o aumento da disponibilidade de equipe para atendimento, redução do prazo de atendimento, de custos gerais, de encargos trabalhistas e do deslocamento para o cliente, além de maior dedicação da equipe técnica e facilidade de escalonar e ampliar a rede de técnicos.

“Mas, sem dúvida, o principal benefício foi quebrar um paradigma e inovar na prestação de serviço de pós-venda. O novo modelo, no qual o técnico passa a ser um empresário, é um projeto interessantíssimo de estímulo ao empreendedorismo”, afirma.

O novo modelo de negócio, batizado de Serviço Autorizado (SAB) BMC-Hyundai, se instituiu após a aprovação, em março de 2017, da Lei da Terceirização, por meio de três etapas.

A primeira englobou a transição dos técnicos para tornarem-se sócios em seus novos negócios, com auxílio contábil e investimento por parte da distribuidora de equipamentos. A segunda fase focou no treinamento dessa rede de técnicos, enquanto a terceira foi investir em tecnologia para gestão da rede, como a criação de uma ferramenta similar ao do Uber para gerenciar os atendimentos.

“Todo o trabalho de atendimento está migrando para a nova plataforma. Ela será responsável por toda a gestão até a cobrança do cliente e pagamento ao SAB pelo serviço”, explica Cavalieri.

A quebra de paradigma, de acordo com ele, trouxe alguns desafios para a companhia: permear sua cultura para as empresas que compõe o SAB e o treinamento constante e reciclagem de técnicos.

“Precisamos observar essas duas questões para garantir que os serviços sejam prestados com a mesma qualidade oferecida por nós. Por isso, se verificamos que algum técnico está com problema, ele é encaminhado para uma recuperação e, chegando até em casos mais graves, ao seu descredenciamento”, finaliza.

Palestras - O Workshop Revista M&T 2018 também contará com palestras do desembargador Sérgio Pinto Martins, do Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região – São Paulo, que analisará os aspectos da terceirização na administração das empresas sob ótica do direito civil, trabalhista e comercial, e da advogada Mariana Trevisioli, sócio-coordenadora do Departamento Contratual e Societário da Trevisioli Advogados Associados, que apontará as questões jurídicas e tributárias na contratação de terceiros. A abertura será de Afonso Mamede, presidente da Sobratema.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral