FECHAR
FECHAR
06 de maio de 2019
Voltar

AGRONEGÓCIO

John Deere aposta na nova era da agricultura

Com lançamentos transformadores, conectados e totalmente integrados a plataformas inteligentes, a companhia mostra que tecnologia do futuro chegou
Fonte: Assessoria de Imprensa

Na 26ª edição da Agrishow, a John Deere mostrou como funciona a mais eficiente conexão entre máquinas, tecnologia, pessoas e inteligência.

Durante o evento realizado na semana passada, em Ribeirão Preto, SP, a companhia exibiu recursos de machine learning, IoT (Internet das Coisas) e análise de dados que, integrados, colaboram para maior eficiência e rentabilidade das lavouras.

Por meio de tecnologias de última geração, a John Deere une o que há de mais moderno em serviços e soluções a um portfólio inovador de máquinas para todos os portes e perfis de agricultores.

No espaço da fabricante durante a Agrishow, a empresa colocou no palco principal das atenções o Centro de Operações – plataforma tecnológica de análise de dados –, que a partir de agora passa a estar amplamente viabilizado por um serviço pioneiro da John Deere: oConectividade Rural.

Visando contribuir para a maior eficiência produtiva dos agricultores brasileiros, a John Deere aposta em alternativas para suprir um dos maiores obstáculos dos produtores rurais: a deficiência em infraestrutura de telecomunicações nos campos do Brasil, que até então vinham impedindo que os agricultores pudessem utilizar os potenciais tecnológicos das máquinas em sua plenitude.

Lançado conceitualmente na Agrishow 2018 em parceria com a Trópico, o serviço de Conectividade Rural se tornou realidade e, nesta Agrishow 2019, é apresentado comercialmente a todos os produtores do país, diz Rodrigo Bonato, diretor de vendas da John Deere Brasil.

Neste ano, a John Deere também apresenta os primeiros softwares conectados que contribuem com a excelência do Centro de Operações.

Eles foram desenvolvidos por parceiros estratégicos em agricultura de precisão, destaques no mercado nacional.

A Strider, por exemplo, apresenta sua solução para identificação de pragas, assim como a Agrian, que mostra seu software para gestão de talhão e armazenamento de produtos aplicados na plantação. Também estão na lista a Metos, a TerrAvion, a Agritask, a Tecgraf, a Optimus e a Taranis.

Para Bonato, chegou a Era da Agricultura Digital Colaborativa. "Criamos um ecossistema colaborativo em prol do desenvolvimento do agronegócio brasileiro, contribuindo para transformar a agricultura de precisão em agricultura de decisão. É um passo enorme para reposicionar o país como provedor global de alimentos face aos desafios que vemos adiante. Com estas tecnologias, conseguimos mostrar ao mundo que produzir mais e preservar mais o ambiente é possível", completa.