FECHAR
FECHAR
04 de agosto de 2020
Voltar

Hyster alerta para os perigos da falta de manutenção preventiva em empilhadeiras

Custos adicionais com reparos corretivos, paradas não programadas da máquina e mão de obra adicional para a realização de serviços de maior complexidade estão entre as consequências apontadas pela fabricante
Fonte: Assessoria de Imprensa

Assim como acontece com outros tipos de equipamentos, a manutenção preventiva é fundamental para o funcionamento correto e a máxima durabilidade das empilhadeiras.

Seguir as revisões programadas à risca é a melhor forma de evitar acidentes de trabalho e outros prejuízos, como a danificação dos materiais que são movimentados por equipamentos desta categoria. Apesar de parecer óbvio, muitas vezes esse tipo de cuidado básico é negligenciado, trazendo inúmeros prejuízos para os negócios.

Pensando nisso, a Hyster, especialista em equipamentos de movimentação de materiais, tem reforçado a importância da manutenção preventiva junto aos clientes de forma constante.

O assunto, inclusive, é um dos destaques do e-book “4 Passos para Aumentar a sua Produtividade”, lançado recentemente pela companhia. No material, a Hyster ressalta que a falta de manutenção preventiva pode trazer custos adicionais para as empresas ao resultarem em reparos corretivos, paradas não programadas das máquinas e contratação de mão de obra adicional para realizar serviços de maior complexidade.

“Realizar as revisões e manutenções dentro do tempo indicado pela fabricante do equipamento é o melhor jeit...


Assim como acontece com outros tipos de equipamentos, a manutenção preventiva é fundamental para o funcionamento correto e a máxima durabilidade das empilhadeiras.

Seguir as revisões programadas à risca é a melhor forma de evitar acidentes de trabalho e outros prejuízos, como a danificação dos materiais que são movimentados por equipamentos desta categoria. Apesar de parecer óbvio, muitas vezes esse tipo de cuidado básico é negligenciado, trazendo inúmeros prejuízos para os negócios.

Pensando nisso, a Hyster, especialista em equipamentos de movimentação de materiais, tem reforçado a importância da manutenção preventiva junto aos clientes de forma constante.

O assunto, inclusive, é um dos destaques do e-book “4 Passos para Aumentar a sua Produtividade”, lançado recentemente pela companhia. No material, a Hyster ressalta que a falta de manutenção preventiva pode trazer custos adicionais para as empresas ao resultarem em reparos corretivos, paradas não programadas das máquinas e contratação de mão de obra adicional para realizar serviços de maior complexidade.

“Realizar as revisões e manutenções dentro do tempo indicado pela fabricante do equipamento é o melhor jeito de evitar estes prejuízos. A prática faz com que a vida útil dos componentes das empilhadeiras não seja reduzida, contribuindo para um menor gasto com peças de reposição e proporcionando maior segurança para os operadores e colaboradores que estiverem ao redor das operações”, pontua Cesar Guerreiro, Diretor de pós-vendas da Hyster.

O especialista lembra que o tempo para a realização da manutenção preventiva das empilhadeiras varia de acordo com o modelo e a intensidade da aplicação de cada cliente. A Hyster indica que as manutenções sejam feitas conforme o Manual de Operação de cada produto.

“É possível acompanhar o indicador de tempo de uso através do horímetro de sua máquina, a fim de planejar o momento correto para fazer o serviço”, complementa Guerreiro.

Para evitar que as manutenções não sejam realizadas conforme indicado pela fabricante, é possível criar um programa de manutenção periódica. Além disso, seguir práticas como a realização de checklist diário de funcionamento e seguir os procedimentos relatados no Manual de Operação também podem contribuir para assegurar a máxima vida útil e o funcionando eficiente das máquinas.