FECHAR
FECHAR
20 de maio de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Empresa realiza o primeiro mapa de startups da indústria do Brasil

A partir dos dados atualizados pela Spin, foi construído uma análise cruzando as informações obtidas de ambos os públicos com o objetivo de obter a visão das expectativas e necessidades da indústria para traçar a análise das respostas das startups partici
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Spin, primeira aceleradora especializada em startups com foco em indústrias do Brasil e a A2C, empresa de transformação de marcas e de negócios, realizaram o primeiro mapa Startup + Indústria do Brasil.

Com o apoio das entidades como a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), participaram do levantamento 55 indústrias de sete Estados e 18 cidades, e 295 startups de 22 Estados e 81 cidades.

A partir dos dados atualizados foi construído uma análise cruzando as informações obtidas de ambos os públicos. Obter a visão das expectativas e necessidades da indústria foi fundamental para traçar a análise das respostas das startups participantes. Segue abaixo os principais dados computados:

Indústria no Brasil

Segundo cálculos da ABDI, até 2028, 15% das corporações nacionais devem atuar baseadas na Indústria 4.0.

De acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Indústria, como um todo, representa 22% do PIB do Brasil.

Responde por 49% das exportações; por 67% da pesquisa e desenvolvimento do setor privado; e, por 32% dos tributos federais (exceto receitas previdenciárias).

De acordo com os dados, para se ter ideia da importância desse movimento econômico, para cada R$ 1 produzido na indústria, são gerados R$ 2,40 na economia como um todo, sendo que nos demais setores, o valor gerado é menor: R$ 1,66 na agricultura e R$ 1,49 no comércio e serviços.

Perfil das Startups com soluções para a indústria

São Paulo é, definitivamente, a maior influência nacional quando se fala em ecossistema de startups. Das 81 cidades mapeadas, a maior cidade do país representou também o maior índice de startups mapeadas: 19% do volume total.

A capital paulista e São José dos Campos foram as duas representantes do estado entre as 10 cidades mais representadas no Mapa Startup+Indústria, colocando São Paulo em segundo lugar em representatividade, atrás apenas de Santa Catarina.

O estado do Santa Catarina está no topo da lista com 30% da representação total, o que mostra o crescimento cada vez mais constante da maturidade catarinense no desenvolvimento do seu ecossistema de inovação dos últimos anos.