FECHAR
FECHAR
08 de outubro de 2019
Voltar

TÉCNICAS

Chapas de alta resistência são utilizadas na extração de agregados

As chapas de alta resistência Quard vêm sendo usadas há mais de quatro anos na Construtora Martins Lanna e na MBV (Mineração Bela Vista)
Fonte: Assessoria de Imprensa

Neste período, a equipe técnica da Martins Lanna realizou comparativos em relação à vida útil com outros aços similares, concluindo que as chapas Quard da siderúrgica NLMK alcançam resultados superiores em relação à vida útil e à aplicabilidade no segmento de atuação da empresa, chegando a ter vida útil até três vezes maior.

Na mineração, a Martins Lanna extrai e processa o mineral Gnaisse, um mineral de altíssima abrasão. Nessas operações, são realizadas aplicações de Quard nos setores primários, secundários e terciários de suas plantas de beneficiamento de agregados.

Nos setores primários, a empresa obteve uma duração de 4.800 horas de vida útil em chutes e bicas de alimentadores, peneiras e britadores. Nos setores secundários foi registrada uma média de 800 horas de vida útil, mesmo sendo uma aplicação muito severa devido à altíssima velocidade que o material percorre.

Já nos setores terciários, as chapas atingem média de 1.500 a 1.800 horas de vida útil trabalhada. “Ultimamente, estamos utilizando somente chapas Quard em nossas operações, pois isso tem gerado excelente performance na aplicabilidade”, afirma a Martins Lanna em comunicado.

Segundo o diretor geral da NLMK South America, Paulo Seabra, o Quard de fato melhora a produtividade e a lucratividade da mina, pois reduz o tempo de parada para manutenção.

“Por ser feito de minério de ferro puro, este aço especial de alta resistência ao desgaste e impacto garante maior qualidade se comparado a produtos similares feitos à base de sucata”, diz.