FECHAR
09 de janeiro de 2019
Voltar

Empresas

Case IH vende mais de cem tratores articulados no Brasil em 2018

A linha Steiger, que conta com tratores de 370 a 620 cavalos, foi projetada para proporcionar potência máxima em qualquer tipo de atividade ou campo, além das demandas de potência hidráulica de implementos modernos
Fonte: Assessoria de Imprensa

Reconhecida no desenvolvimento de tecnologias para maquinários agrícolas, a Case IH, marca da CNH Industrial, está sempre com a cabeça voltada ao futuro.

Por isso, apostou no mercado de tratores articulados no Brasil nos últimos anos, que até então era pouco explorado no país.

E o investimento deu certo: a empresa já quebrou seu próprio recorde. Em 2017, a marca vendeu 28 unidades do Steiger no país e em 2018, comercializou mais de 100 desse modelo de trator, afirma Silvio Campos, diretor de marketing de produtos da Case IH.

As vendas desses tratores de alta potência tiveram início no segundo semestre do ano passado.

“Em 2017, foram 28 unidades de um mercado de 35. Ou seja, 80% de participação no segmento. Em 2018, com mais de 100 unidades vendidas, consolidamos a força do Steiger no Brasil”, diz Campos.

O Steiger é considerada a linha de tratores com a maior capacidade de tração no mundo, oferecendo potência máxima em qualquer atividade, de forma suave e eficiente.

“O Brasil tem grandes áreas e, por isso, usa equipamentos de porte maior, em especial colheitadeiras. Ultimamente, tem migrado para plantadeiras maiores e são elas que demandam grandes tratores”, destaca Lauro Rezende, gerente de Marketing de Produto da Case IH.

Os tratores da linha Steiger são fabricados há 60 anos no mundo e chegam ao Brasil para atender à demanda do empresário rural por máquinas de grande porte.

A linha, que conta com tratores de 370 a 620 cavalos, foi projetada para proporcionar potência máxima em qualquer tipo de atividade ou campo, além das demandas de potência hidráulica de implementos modernos.