FECHAR
08 de março de 2019
Voltar
A Era das Máquinas

Uma ideia inovadora em escavação

Por Norwil Veloso

Nossa história começa com dois irmãos, Ray e Koop Ferwerda, que em 1920 emigraram da Holanda para Cleveland e, cinco anos depois, fundaram a Ferwerda Brothers Construction.

Naquela época, o trabalho de construção dependia extensivamente de mão de obra, inclusive para operação de equipamentos manuais. Mas, nos anos 30, a indústria bélica passou a recrutar pessoal para produção de armamentos, de modo a atender aos aliados militares do país, o que reduziu bastante a disponibilidade de pessoal, particularmente especializado no acabamento das pistas.

Imagem de 1944 mostra a primeira unidade produzida da Gradall

Essa situação levou os irmãos a projetar uma máquina que fizesse esse trabalho de forma mais eficiente. Em novembro de 1941, em conjunto com Ralph Werba, da Werba & Long, e Donald Finlay, da Finlay & Sons, fundaram a FWF (Ferwerda, Werba & Finlay).

Batizada de Gradall, a primeira máquina da nova companhia saiu da fábrica na primavera de 1944 e trazia uma lança telescópica hidráulica que, além de se elevar e estender, podia girar a caçamba para a esquerda ou a direita.

No outono de 1945, a Warner & Swasey (W&S) adquiriu os direitos de fabricação dos irmãos Ferwerda e passou a produzir a Gradall com bastante sucesso. Produzida em 1946, a primeira Gradall M-2400 da W&S seria apresentada no Road Show de 1948, em Chicago, sendo reconhecida pela mídia como uma das máquinas “Top 5” do evento.

No final de 1948, foi concluído o desenvolvimento da M-2460, com melhorias no projeto da lança, além de uma nova cabina do operador e cilindros de elevação montados na frente da base, aumentando a capacidade de carga. No Road Show de 1953, foram apresentados quatro modelos da M-2460: sobre caminhão, sobre caminhão com rodas para trilho, sobre esteiras e com chassi autopropelido de dois eixos.

AUTOPROPELIDO

Rapidamente, foram abertas novas áreas de atuação para essas máquinas, particularmente na siderurgia, graças à capacidade da lança, ao tamanho da máquina e ao sistema telescópico, características que permitiam o trabalho em áreas congestionadas e em locais de difícil acesso nas plantas. Ademais, foi o primeiro equipamento autopropelido a executar esses serviços de manutenção em siderúrgicas.