FECHAR
28 de abril de 2010
Voltar
Obras de Concreto

Soluções para a produtividade no canteiro

De um robô para demolição em área de risco, até as usinas móveis de concreto e escoramentos modulares para grandes obras, fabricantes apresentam a última palavra em tecnologia de equipamentos para concreto

Os fabricantes de equipamentos para obras de concreto têm motivos de sobra para manter o otimismo nos negócios. Após enfrentar as turbulências produzidas pela crise do mercado financeiro internacional, o setor retornou o ritmo normal das atividades e, em alguns casos, a demanda vem superando até mesmo os índices registrados no ano de 2008.

O que impulsiona esse mercado são as grandes obras de infraestrutura em excecução no país, mas as construtoras imobiliárias também retomaram a rotina de lançamentos. A exceção fica por conta do setor de obras industriais, ainda em ritmo mais lento. Para atender a demanda dos clientes, construtoras, locadoras e concreteiras estão investindo na ampliação e modernização de seus respectivos parques de equipamentos.

Elas também são estimuladas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal, criado para oferecer 1 milhão de unidades habitacionais para famílias de baixa renda. Sem dúvida, um desafio para construtoras e fornecedores, que será superado apenas com a adoção de sistemas de construção industrializada, nos quais a tecnologia de equipamentos faz a diferença.

Esse clima de otimismo marcou a realização da feira Concrete Show South America, no final de setembro. Para atender a essa necessidade tecnológica, mais de 312 expositores participaram do evento apresentando suas soluções em equipamentos.

ROBÔ AUMENTA SEGURANÇA EM DEMOLIÇÕES

Imagine um robô que possa ser controlado a distância, eliminando o risco de segurança para o operador em serviços de demolição, limpeza de alto-fornos e outras atividades que possam comprometer sua integridade física. Esse equipamento existe e foi apresentado pela Husqvarna durante o Concrete Show.

Na verdade, trata-se de uma minicarregadeira equipada com rompedor hidráulico, cujo controle funciona por rede sem fio Bluetooth. Com isso, o operador pode comandar seus movimentos a distâncias de até 100 m, por meio de joystick.

Equipada com motor de 30 hp, a máquina opera com rompedores de até 430 J de potência, demolindo estruturas pesadas de concreto armado. Como ela tem 78 cm de largura, consegue entrar em áreas de difícil acesso, onde outros equipamentos teriam dificuldade de operar. Apesar dessa característica, sua lança atinge um alcance de 5 m.

Conhecida no mercado pelas linhas de equipamentos para jardinagem e operações florestais, a Husqvarna começa a divulgar mais intensamente no país suas famílias para a área de construção. Além do robô para demolições, ela apresentou ao mercado sua cortadeira de concreto para cortes profundos, de até 40 cm de profundidade. O equipamento opera com dois discos de 230 mm, representando uma alternativa para as cortadeiras de parede mais onerosas.