FECHAR
FECHAR
06 de abril de 2018
Voltar
Entrevista

SILVIO FURTADO

“A tecnologia permite saltos de produtividade”

O desenvolvimento de novas tecnologias de eixos para máquinas e equipamentos fora de estrada vem sendo continuamente aperfeiçoado pela ZF Friedrichshafen AG, tradicional fabricante alemã de sistemas de transmissão e chassis para diversos segmentos.

É o que garante Silvio Furtado, diretor de vendas da divisão de negócios para veículos comerciais e tecnologia industrial da ZF para a América do Sul, que – dentre outros assuntos – cita o ZF Innovation Tractor (um trator semiautônomo montado em 2016 na Alemanha) como a mais recente dessas inspiradas inovações destinadas ao segmento pesado.

No cargo desde setembro de 2017, Furtado atuou anteriormente como gerente de vendas e serviços de pós-venda da divisão industrial da ZF do Brasil, mais exatamente entre março de 2004 e dezembro de 2013. Depois, o executivo também atuaria como diretor da divisão industrial da ZF para a América do Sul, sempre ligado ao desenvolvimento de soluções de alta tecnologia para o mercado brasileiro e latino-americano, como os eixos que atendem aos segmentos pesados da indústria automobilística.

Formado em engenharia mecânica industrial pela Universidade Santa Cecília, de Santos (SP), com MBA em administração de negócios estratégicos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Furtado falou com exclusividade à Revista M&T sobre o atual posicionamento da empresa no continente sul-americano, enfatizando o crescimento e a consolidação dos produtos ZF para a linha de máquinas pesadas na região. Acompanhe.

Unidade da ZF em Sorocaba (SP) iniciou a produção de eixos para máquinas off-road em 1985

Qual é a proposta tecnológica da ZF para o segmento de equipamentos pesados no mercado sul-americano?

No Brasil, a ZF iniciou a produção de eixos para máquinas off-road em 1985, em Sorocaba (SP). Nesses 33 anos, nossa proposta sempre foi de fornecer produtos de alta qualidade, robustos e tecnológicos, entregando soluções que se adaptam às características de severidade do mercado brasileiro e latino-americano, sempre trabalhando para aumentar a eficiência no campo de trabalho, reduzindo o consumo de combustível e operando de maneira ecologicamente correta.

Quais inovações desenvolvidas para o segmento automotivo têm sido aplicadas na indústria de máquinas pesadas?

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral