FECHAR
FECHAR
19 de novembro de 2010
Voltar
Espaço aberto

Rebocadora da bunker chega ao Brasil

A rebocadora S8 EV é o primeiro produto da Bunker a chegar ao mercado brasileiro e já conta com unidades operando com sucesso em canteiros de obras nas regiões de Florianópolis (SC) e Belo Horizonte (MG). Produzida em uma versão especial para os construtores brasileiros, o equipamento bombeia argamassas comuns e especiais.

A S8 EV é uma rebocadora de manuseio simples e que pode ser equipada com um misturador de 80 litros ou trabalhar com o auxílio de uma betoneira. É uma bomba tipo parafuso para argamassas e rebocos, possui dimensões reduzidas e tem a maior granulometria bombeável da sua categoria (10 mm).

A regulação contínua da vazão de zero ao valor máximo é responsável por a máquina bombear argamassas comuns e especiais, produtos autonivelantes, projetar rebocos (microconcretos), injetar calda de cimento, preencher fissuras e junções.

Outras máquinas que a Bunker está introduzindo no Brasil são a bomba para concreto B100, capaz de bombear argamassas com granulometria de até 25 mm a uma altura de até 100 m, e a B100 XP, unidade móvel de bombeamento para produção do concreto no canteiro de obras.


A rebocadora S8 EV é o primeiro produto da Bunker a chegar ao mercado brasileiro e já conta com unidades operando com sucesso em canteiros de obras nas regiões de Florianópolis (SC) e Belo Horizonte (MG). Produzida em uma versão especial para os construtores brasileiros, o equipamento bombeia argamassas comuns e especiais.

A S8 EV é uma rebocadora de manuseio simples e que pode ser equipada com um misturador de 80 litros ou trabalhar com o auxílio de uma betoneira. É uma bomba tipo parafuso para argamassas e rebocos, possui dimensões reduzidas e tem a maior granulometria bombeável da sua categoria (10 mm).

A regulação contínua da vazão de zero ao valor máximo é responsável por a máquina bombear argamassas comuns e especiais, produtos autonivelantes, projetar rebocos (microconcretos), injetar calda de cimento, preencher fissuras e junções.

Outras máquinas que a Bunker está introduzindo no Brasil são a bomba para concreto B100, capaz de bombear argamassas com granulometria de até 25 mm a uma altura de até 100 m, e a B100 XP, unidade móvel de bombeamento para produção do concreto no canteiro de obras.