FECHAR
FECHAR
29 de abril de 2010
Voltar
Carretas de perfuração / Pneumáticas ainda dominam o mercado

A abertura de novas frentes de perfuração se enquadra no projeto de expansão da empresa, que planeja aumentar sua capacidade produtiva de 60 para 120 mil t/mês de brita. A carreta pneumática, fornecida pela Air Service, esta sendo utilizada em todo o trabalho de perfuração para o desmonte das novas bancadas por explosão. Isso porque se trata de um equipamento leve, de 4.800 kg de peso operacional, o que facilita seu deslocamento em terrenos acidentados. “Movimentar um modelo hidráulico nesse local seria perigoso e economicamente inviável.” O engenheiro ressalta que a carreta hidráulica disponível, fornecida pela Wolf, tem 14 t de peso, quase três vezes mais que a pneumática.

Devido as características topográficas da área em fase de abertura, cujo terreno e muito acidentado, com inclinação de ate 35o a uma altura de 1.200 m em relação ao fundo da cavada mina, a carreta pneumática realiza as perfurações com certa lentidão em relação a sua capacidade. “Considerando rochas de media a alta dureza e com a utilização de haste e bits de botão, ela realiza 12 m/h de furo linear, mas são conseguimos executar entre 7 e 8 m/h devido a dificuldade de locomoção”, afirma Santos.

Nas bancadas em produção, ele diz que a empresa realiza cerca de 3.000 m/mês de furos lineares para o desmonte das rochas por explosão. O serviço fica a cargo da carreta hidráulica, que avança a uma media de 20 m/h e opera cerca de 20 dias por mês, em turnos de oito horas. “Antes de adquirir esse equipamento, o mesmo volume de serviço demandava 25 dias de trabalho da carreta pneumática, em turnos de 10 a 11 horas.”

Lançamentos previstos

O equipamento pneumático utilizado pela pedreira São Matheus atinge uma produção semelhante a dos demais modelos oferecidos no mercado. Vale observar que esse desempenho se refere a carretas com capacidade para a execução de furos de ate 4" de diâmetro, o mais usual em pedreiras e obras de construção. A Metalurgica Wolf, por exemplo, que recentemente lançou um modelo equipado com cabine fechada e ar-condicionado, o MW-5000C, relata que ele produz 12 m/h de furos lineares de ate 4" com martelo de topo.

Tiago Wolf, diretor comercial da fabricante, ressalta que o equipamento reúne qualidades das carretas de perfuração hidráulicas, como a cabine fechada, o coletor de pó e o centralizador hidráulico, com o baixo custo de aquisição proporcionado pelos modelos pneumáticos. “Como os clientes são sensíveis a essa questão do preço, acreditamos que esse tipo de equipamento continuara com forte demanda no mercado, o que nos motivou a lançar um modelo pneumático mais sofisticado.” Ele ressalta que a MW-5000C também pode ser operada por apenas um profissional na cabine.