FECHAR
FECHAR
28 de setembro de 2012
Voltar
Empresa

Orguel prepara-se para expansão global

Com meio século de atividades, a fabricante e locadora de equipamentos abre suas portas para investimentos estrangeiros em busca de internacionalização

Em meio aos preparos da comemoração pelas bodas de ouro no mercado de equipamentos, o Grupo Orguel anuncia a entrada de investimentos da gestora global de ativos, a norte-americana The Carlyle Group, que recentemente adquiriu 25% de participação acionária da empresa em uma operação de cerca de R$ 200 milhões. De acordo com o CEO da Orguel, Sérgio Fagundes Guerra Lages, a expertise do Grupo Carlyle no setor de aluguel de equipamentos em outros países e a atuação no mercado global ajudará o grupo brasileiro em seu plano de crescimento, que inclui a com abertura de novas filiais e a aquisição de equipamentos, devendo culminar com a abertura de capital (IPO) da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

“Os investimentos serão direcionados ao atendimento dos setores de construção civil, cujo segmento de edificação representa 50% do nosso mercado, além de obras industriais e do setor de óleo & gás, que são promissores apesar da menor representatividade nos nossos negócios”, diz ele.

Esses mercados são responsáveis pelo faturamento de R$ 360 milhões alcançado pela Orguel em 2011, montante 30,5% superior aos resultados alcançados um ano antes. Segundo Lages, o crescimento ocorreu em decorrência do bom momento econômico vivido pelo país nos últimos anos. No entanto, ele afirma que a situação do mercado de infraestrutura em 2012 está abaixo do desejado, em decorrência da paralisação dos investimentos, principalmente no setor de obras rodoviárias. Com as novas medidas governamentais, entretanto, o executivo acredita que a situação deve melhorar nos próximos dois anos.

Braços de atuação

Para atender a essa futura demanda, a holding conta com 10 empresas, entre elas seis que trabalham no desenvolvimento e locação de equipamentos de construção: Mecan, Locbras, Locguel, Orguel, Orguel Plataformas e Bramex. Cada uma atua em nichos diferentes do mercado de construção e é responsável também pelos serviços de pós-vendas, que são abastecidos pela matriz, em Minas Gerais. O grupo ainda inclui a Mecanflex, empresa especializada na prestação de serviços em montagem e desmontagem de andaimes multidirecionais e estruturas tubulares.

Além dessas, também fazem parte da atuação do grupo as empresas Multiclean (que atua com produtos e equipamentos de limpeza), Construir Empreendimentos (dedicada à incorporação de empreendimentos imobiliários) e Orgue


Em meio aos preparos da comemoração pelas bodas de ouro no mercado de equipamentos, o Grupo Orguel anuncia a entrada de investimentos da gestora global de ativos, a norte-americana The Carlyle Group, que recentemente adquiriu 25% de participação acionária da empresa em uma operação de cerca de R$ 200 milhões. De acordo com o CEO da Orguel, Sérgio Fagundes Guerra Lages, a expertise do Grupo Carlyle no setor de aluguel de equipamentos em outros países e a atuação no mercado global ajudará o grupo brasileiro em seu plano de crescimento, que inclui a com abertura de novas filiais e a aquisição de equipamentos, devendo culminar com a abertura de capital (IPO) da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

“Os investimentos serão direcionados ao atendimento dos setores de construção civil, cujo segmento de edificação representa 50% do nosso mercado, além de obras industriais e do setor de óleo & gás, que são promissores apesar da menor representatividade nos nossos negócios”, diz ele.

Esses mercados são responsáveis pelo faturamento de R$ 360 milhões alcançado pela Orguel em 2011, montante 30,5% superior aos resultados alcançados um ano antes. Segundo Lages, o crescimento ocorreu em decorrência do bom momento econômico vivido pelo país nos últimos anos. No entanto, ele afirma que a situação do mercado de infraestrutura em 2012 está abaixo do desejado, em decorrência da paralisação dos investimentos, principalmente no setor de obras rodoviárias. Com as novas medidas governamentais, entretanto, o executivo acredita que a situação deve melhorar nos próximos dois anos.

Braços de atuação

Para atender a essa futura demanda, a holding conta com 10 empresas, entre elas seis que trabalham no desenvolvimento e locação de equipamentos de construção: Mecan, Locbras, Locguel, Orguel, Orguel Plataformas e Bramex. Cada uma atua em nichos diferentes do mercado de construção e é responsável também pelos serviços de pós-vendas, que são abastecidos pela matriz, em Minas Gerais. O grupo ainda inclui a Mecanflex, empresa especializada na prestação de serviços em montagem e desmontagem de andaimes multidirecionais e estruturas tubulares.

Além dessas, também fazem parte da atuação do grupo as empresas Multiclean (que atua com produtos e equipamentos de limpeza), Construir Empreendimentos (dedicada à incorporação de empreendimentos imobiliários) e Orguel Finanças (focada na antecipação de recebíveis de venda mercantil ou prestação de serviços).

Atuando no desenvolvimento, fabricação, distribuição, locação e serviços de máquinas, as empresas do grupo gerenciam ao todo 75 filiais em 11 estados brasileiros, além de alguns departamentos na África e em outros países da América Latina.

Na área específica de equipamentos para construção, a empresa – fundada em 1963 pelos irmãos Fábio e Francisco de Assis Guerra Lages – diversificou continuamente suas atividades através dos anos, até atingir 16 linhas de produtos. São fornecidos equipamentos para as linhas leve e pesada de construção, além de ferramentas elétricas, andaimes, soluções de escoramento, elevadores de obra, fôrmas para concreto, manipuladores telescópicos e plataformas aéreas, entre outros.

De acordo com Sérgio Lages, o principal foco de vendas está nas linhas de andaimes e escoramento, mas o mercado vem se ampliando em outras linhas, como as de plataformas aéreas e manipuladores telescópicos. “Com as plataformas aéreas, estamos em um nível que chega a 30% de crescimento ao ano e que deve continuar assim, apesar da menor rentabilidade devido à crescente competição no mercado”, afirma ele, complementando que o crescimento nos negócios de plataformas se repete na linha de manipuladores.

Diversificação

Prospectando novos negócios, a Mecan empresa do grupo que atua com os andaimes e escoramentos anunciou uma joint venture com a fabricante norte-americana Safway Services para fabricar e distribuir exclusivamente o QuikDeck, uma plataforma de trabalho suspensa voltada principalmente para operações off-shore no setor de óleo & gás. “O equipamento foi desenvolvido para auxiliar na manutenção em locais de difícil acesso, como pontes, viadutos, unidades industriais e plataformas de petróleo”, diz o CEO da Orguel.

Outra novidade recente foi promovida pela Locguel, empresa de locação do conglomerado que este ano comemora 35 anos de atuação. O Mid, um novo modelo de condutor de entulhos desenvolvido pela empresa, tornou-se mais uma opção para o mercado de construção civil.

Com diâmetro de passagem de 34 cm, o dispositivo é intermediário a outros modelos de 31 e 39 cm já oferecidos pela empresa e, segundo Raphael Nunes, coordenador de rotomoldagem da Locguel, é composto por um sistema de tubos modulares cônicos de polietileno especial de alta resistência ao impacto, que “se interliga por um processo seguro de fixação e conduz o entulho das obras até o solo”.

 

Mais materias sobre esse tema