FECHAR
FECHAR
18 de março de 2010
Voltar
Notas

Nos bastidores do GP Brasil

Assim como nos anos anteriores, a passagem do circo da Fórmula 1 por São Paulo mobilizou uma frota de equipamentos de construção para apoio ao show de velocidade proporcionado pelos pilotos e seus veículos. Além das máquinas usadas na restauração da pista de Interlagos, realizada a cada edição do espetáculo, uma frota de equipamentos trabalhou nos bastidores do GP Brasil 2009 para a execução de todas as reformas necessárias e até mesmo no apoio à realização da prova.

A locadora Solaris, por exemplo, mobilizou pelo menos 10 plataformas aéreas nos serviços de manutenção dos boxes, montagem de placas, outdoors, sinalizações e demais tarefas que demandaram a elevação dos profissionais que executaram esses trabalhos em alturas elevadas. Além disso, dois manipuladores telescópicos de sua frota foram locados para apoio à segurança da competição. Eles ficaram posicionados em locais estratégicos do autódromo, para a eventual remoção de um veículo acidentado ou com algum problema na pista – o que felizmente não foi necessário no GP Brasil 2009.

Outra empresa do setor presente nos bastidores do espetáculo foi a New Holland, cujos manipuladores M428 puderam ser vistos em alguns pontos da pista de Interlagos com o mesmo propósito. “Ficamos muito satisfeitos em participar da principal prova do automobilismo na América Latina, o que sempre representa uma importante contribuição para o fortalecimento da nossa marca”, comentou Marco Borba, diretor comercial da New Holland.