FECHAR
FECHAR
28 de setembro de 2012
Voltar
Momento Construction

Evento confirma salão temático sobre construção seca

Com demonstrações práticas, espaço destacará novidades em serviços, materiais e equipamentos para os sistemas drywall e steel frame

Dentre as muitas novidades em serviços, materiais e equipamentos destinados ao setor da construção, a Construction Expo 2013 – 2ª Feira Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura apresentará aos visitantes um salão temático com foco em construção seca.

O salão, o primeiro a ser confirmado, reunirá a cadeia produtiva do drywall e do steel frame, incluindo fabricantes de materiais, insumos, acessórios, ferramentas e máquinas, além de construtoras, montadoras, projetistas e empresas de prestação de serviços.

O espaço trará informações sobre as vantagens e diferenciais competitivos desse sistema, bem como sobre as empresas que atuam no setor. Além disso, haverá uma área de demonstração prática da construção seca, um setor que vem se expandindo de forma intensa no país nos últimos anos.

Vantagens

O momento positivo desse mercado pode ser medido por alguns índices recentes. Neste ano, a indústria do drywall espera obter um crescimento de até 25% para o setor. Além disso, segundo dados da Associação Brasileira de Drywall, o consumo de chapas para esse sistema de vedação chegou a 39 milhões de metros quadrados no ano passado, em uma alta de 15,4% em relação ao ano anterior, quando obteve 33 milhões de m2.

Segundo a entidade, dentre as diversas vantagens de sua utilização estão a rapidez e limpeza na montagem, facilidade na reforma, manutenção e reparos, precisão e qualidade de acabamento, isolamento acústico e ganho na área útil, uma vez que as paredes de drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos.

No caso do steel frame, também são verificados benefícios como limpeza e rapidez na montagem e na obra, isolamento térmico e acústico, acabamento superior e ganho em espaço útil. Além disso, há ainda outros ganhos técnicos e ambientais, como o menor custo para a obra, rapidez na entrega do empreendimento, ausência de produção de entulho, redução de 90% no consumo de matérias-primas, menor utilização de água (somente nas fundações) e baixa necessidade de manutenção.

Construbusiness

Realizada no Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo (SP), entre os dias 5 e 8 junho de 2013, a Construction Expo reunirá em um único local  toda a cadeia da construção, integrando construtoras, fabricantes e entidades na busca por soluções para os crescentes desafios nas áreas de edificações e infr


Dentre as muitas novidades em serviços, materiais e equipamentos destinados ao setor da construção, a Construction Expo 2013 – 2ª Feira Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura apresentará aos visitantes um salão temático com foco em construção seca.

O salão, o primeiro a ser confirmado, reunirá a cadeia produtiva do drywall e do steel frame, incluindo fabricantes de materiais, insumos, acessórios, ferramentas e máquinas, além de construtoras, montadoras, projetistas e empresas de prestação de serviços.

O espaço trará informações sobre as vantagens e diferenciais competitivos desse sistema, bem como sobre as empresas que atuam no setor. Além disso, haverá uma área de demonstração prática da construção seca, um setor que vem se expandindo de forma intensa no país nos últimos anos.

Vantagens

O momento positivo desse mercado pode ser medido por alguns índices recentes. Neste ano, a indústria do drywall espera obter um crescimento de até 25% para o setor. Além disso, segundo dados da Associação Brasileira de Drywall, o consumo de chapas para esse sistema de vedação chegou a 39 milhões de metros quadrados no ano passado, em uma alta de 15,4% em relação ao ano anterior, quando obteve 33 milhões de m2.

Segundo a entidade, dentre as diversas vantagens de sua utilização estão a rapidez e limpeza na montagem, facilidade na reforma, manutenção e reparos, precisão e qualidade de acabamento, isolamento acústico e ganho na área útil, uma vez que as paredes de drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos.

No caso do steel frame, também são verificados benefícios como limpeza e rapidez na montagem e na obra, isolamento térmico e acústico, acabamento superior e ganho em espaço útil. Além disso, há ainda outros ganhos técnicos e ambientais, como o menor custo para a obra, rapidez na entrega do empreendimento, ausência de produção de entulho, redução de 90% no consumo de matérias-primas, menor utilização de água (somente nas fundações) e baixa necessidade de manutenção.

Construbusiness

Realizada no Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo (SP), entre os dias 5 e 8 junho de 2013, a Construction Expo reunirá em um único local  toda a cadeia da construção, integrando construtoras, fabricantes e entidades na busca por soluções para os crescentes desafios nas áreas de edificações e infraestrutura. Atualmente, o Brasil conta com mais de 110 mil construtoras, que juntas respondem por mais de 14% do PIB nacional e, até 2016, movimentarão investimentos da ordem de R$ 1,5 trilhão.

A feira contemplará setores como administração de obras, infraestrutura urbana, materiais e suprimentos, rental, concreto e pavimentação, movimentação de materiais, elevação de cargas, combustíveis, lubrificantes, serviços e outros.

O evento será realizado em um momento de boas perspectivas nas áreas de edificações e infraestrutura, uma vez que as recentes medidas anunciadas pelo Governo Federal, como o “PAC das Concessões” que inclui o repasse para a iniciativa privada de 7.500 km de rodovias e 10 mil km de ferrovias –, indicam uma aceleração na execução de obras por todo o país.

Nas áreas de infraestrutura viária e rodoviária, a feira representa uma oportunidade para adquirir ou comercializar serviços, materiais e equipamentos voltados à construção, manutenção, reparo ou gestão de vias e rodovias, incluindo pavimentação, sinalização e monitoramento e obras de arte, como túneis, pontes e viadutos. “Transferência de tecnologia, novas soluções em sistemas e métodos e tendências mundiais em equipamentos são pontos-chave da Construction Expo 2013 nesse segmento”, diz Hugo José Ribas Branco, diretor da feira.

Missão técnica visita MINExpo 2012

Para divulgar a Construction Expo 2013 no exterior, a Sobratema organizou uma missão técnica que levou uma delegação de empresários e profissionais da área de mineração à MINExpo International 2012, realizada entre os dias 24 e 26 de setembro em Las Vegas, nos Estados Unidos. Realizada em parceria com o US Commercial Service, a missão ofereceu uma oportunidade para que empresários brasileiros interagissem com a comunidade global do setor em um evento de grande visibilidade, que nesta edição foi 40% maior que o anterior, em 2008.

Maior vitrine mundial do setor de mineração, a MINExpo contou com mais de 1.800 expositores, que foram distribuídos por doze pavilhões em 850 mil metros quadrados para apresentar as mais recentes tecnologias, equipamentos, componentes e serviços utilizados na área de prospecção, extração e processamento de minérios.

Encontros com empresas divulgam feira

A Sobratema vem realizando uma série de encontros mensais com empresas interessadas em expor na Construction Expo 2013, que desde o lançamento já teve 41% da área total de exposição reservados ou comercializados. A agenda do primeiro encontro incluiu o detalhamento do perfil do expositor e do visitante da feira.

Durante o evento, os empresários participantes também assistiram a um vídeo sobre a feira, com depoimentos de entidades e construtoras, além do filme oficial do lançamento, transmitido pela primeira vez ao público. “O foco da Construction Expo é justamente aquilo que buscamos: o fornecimento para as grandes obras”, disse na ocasião Dario Vivian, gerente da empresa italiana Olmet.