FECHAR
FECHAR
16 de junho de 2010
Voltar
Editorial

Bauma confirma sua vocação inovadora

Aguardada a cada três anos pelos profissionais do setor, devido ao seu status de maior feira de equipamentos para construção e mineração do mundo, a Bauma 2010 não teve seu brilho ofuscado pelos recentes incidentes na Europa, que paralisaram o tráfego aéreo no continente. É bem verdade que as cinzas geradas pelo vulcão islandês impediram o acesso de muitos dos visitantes de fora do Velho Mundo, transformando a feira em um evento predominantemente europeu.

Mesmo assim, a Bauma manteve sua tradição de evento global, devido ao imenso potencial de geração de negócios em todo o mundo por conta dos incontáveis lançamentos apresentados pelos expositores. Nesse quesito, expositores e visitantes não têm o que reclamar do que a 29ª edição do evento proporcionou. Em seus 555 mil m² de área de exposição, a feira se destacou pelo intenso conteúdo tecnológico, apresentado pelos fabricantes como resposta às necessidades de um mercado que demanda cada vez mais soluções voltadas à segurança, economia de custos e qualidade na operação de equipamentos.

Mais do que uma feira de negócios, Bauma 2010 manteve sua tradição de antecipar tendências e indicar os caminhos futuros do setor, por meio dos inúmeros equipamentos apresentados, sempre com foco na redução do consumo de combustível, na menor emissão de poluentes e maior desempenho. Esta edição da M&T traz uma reportagem sobre o evento, com alguns dos lançamentos expostos pelos mais significativos fabricantes globais do set


Aguardada a cada três anos pelos profissionais do setor, devido ao seu status de maior feira de equipamentos para construção e mineração do mundo, a Bauma 2010 não teve seu brilho ofuscado pelos recentes incidentes na Europa, que paralisaram o tráfego aéreo no continente. É bem verdade que as cinzas geradas pelo vulcão islandês impediram o acesso de muitos dos visitantes de fora do Velho Mundo, transformando a feira em um evento predominantemente europeu.

Mesmo assim, a Bauma manteve sua tradição de evento global, devido ao imenso potencial de geração de negócios em todo o mundo por conta dos incontáveis lançamentos apresentados pelos expositores. Nesse quesito, expositores e visitantes não têm o que reclamar do que a 29ª edição do evento proporcionou. Em seus 555 mil m² de área de exposição, a feira se destacou pelo intenso conteúdo tecnológico, apresentado pelos fabricantes como resposta às necessidades de um mercado que demanda cada vez mais soluções voltadas à segurança, economia de custos e qualidade na operação de equipamentos.

Mais do que uma feira de negócios, Bauma 2010 manteve sua tradição de antecipar tendências e indicar os caminhos futuros do setor, por meio dos inúmeros equipamentos apresentados, sempre com foco na redução do consumo de combustível, na menor emissão de poluentes e maior desempenho. Esta edição da M&T traz uma reportagem sobre o evento, com alguns dos lançamentos expostos pelos mais significativos fabricantes globais do setor. Trata-se de uma contribuição da revista para aqueles que, por algum motivo, não conseguiram visitar a Bauma 2010, mas não podem prescindir de suas novidades.

Entre outros assuntos, a revista também traz uma reportagem sobre as obras em execução no Complexo Industrial de Suape, que estão transformando o porto pernambucano e sua retroárea no maior canteiro de obras do Brasil. Devido a sua localização privilegiada, Suape tem se convertido em um dos principais destinos dos investimentos privados no País. Afinal, além de abrigar uma das maiores refinarias brasileiras, bem como uma petroquímica, uma termelétrica e um estaleiro responsável por recolocar a indústria naval brasileira entre as maiores do mundo, o local vem atraindo uma centena de empreendimentos privados que, juntos, somam mais de US$ 17 bilhões em investimentos.

Para receber todos esses projetos, Suape se transformou em palco de um intrincado conjunto de obras, onde as tecnologias de equipamentos e a logística de gestão dessa frota vêm contribuindo para o cumprimento de metas tão ambiciosas. Com uma reportagem sobre o assunto, a M&T procura detalhar três dos mais significativos projetos em execução no local: a expansão da infraestrutura portuária, a implantação da refinaria Abreu e Lima e do Estaleiro Atlântico Sul. Esperamos que tais reportagens, juntamente com as demais publicadas nesta edição, contribua para enriquecer seus conhecimentos com informações úteis ao exercício diário da profissão. Boa leitura.